Foz d’Égua é um presente da natureza

Sem comentários

Este slideshow necessita de JavaScript.

Foz d’Égua é um encanto. Uma maravilha escondida na serra do Açor, a cerca de 4km do Piódão e é local de visita obrigatória.

No Verão é bom para refrescar na praia fluvial, na Primavera para ver as giestas e outra vegetação em flor pela encosta acima, até a um altar de xisto.
Em qualquer época do ano, para encantar os nossos sentidos através de uma caminhada ou ficar alguns dias alojado em Chãs de Égua, que fica na outra encosta, mesmo ao lado da praia fluvial.

Foz d'Égua vista da estrada
Foz d’Égua vista da estrada

É desta encosta que quem vem pela estrada do Piódão depara com uma vista fantástica. O fluxo de água, as pontes, algumas casas e depois o carrossel de caminhos e escadas até um lugar onde está um espelho de água, uma figura religiosa a observar a serra do Açor, protegida por um altar de pedra.

Com esta vista ficamos logo com a primeira impressão. Um presente da natureza conjugado com o engenho humano.

Praia fluvial
Praia fluvial

Quando nos aproximamos, o encanto ganha novos pormenores.
A junção das duas ribeiras, a das Chãs e a do Piódão, cada uma passar por debaixo da sua ponte, juntam-se depois num único curso que se alarga e ganha alguma profundidade porque se confronta com uma pequena represa.
É aqui a praia fluvial.

Pode-se passear pelas pontes e quem quiser faz uma caminhada.
No inicio da subida há uma ponte suspensa, mas quando da minha visita a passagem estava interdita.

O
O “santuário”

Seguem-se mais escadas, de pedra ou de madeira e o caminho leva-nos para o que poderíamos denominar o santuário, com a santa no espelho de água.

Daqui temos uma vista excelente para a serra, para a encosta onde está a aldeia de Chãs. Casas de xisto e lousa, escuras, inseridas num meio verde, de vegetação densa.
Em baixo as duas ribeiras irmanadas seguem em direção ao rio Alvoco.

Vista para a encosta de Chãs e a praia
Vista para a encosta de Chãs e a praia

Também se vêm as pessoas que estão junto à represa, são miniaturas e, deste modo, temos uma noção mais precisa da altura e da distância que percorremos.

Réplica de um açor
Réplica de um açor

Sensivelmente a meio da subida está uma réplica de um açor.
Também há sinalética sobre os percursos pedestres até ao Piódão. Variam entre 3 a 4km.

casas abandonadas
Casas abandonadas

Próximo da praia fluvial há poucas casas e, um pouco mais longe, há casas abandonadas e moinhos.
Foz d´Égua pertence ao concelho de Arganil.

Foz d’Égua é um presente da natureza faz parte do podcast semanal da Antena1 Vou Ali e Já Venho e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, Foz d’Égua é um presente da natureza, pode ouvir aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s