Quem se põe em bicos de pés…

Sem comentários

A vaidade e a inveja não é só de agora. E este é o motivo porque o título está incompleto. Não é apenas uma questão de “Quem se põe em bicos de pés…”. Há também um outro comportamento típico: quem tem o poder não gosta de o partilhar e até manda torres abaixo….

Torre de Vilharigues após requalificação. ©  CM Vouzela
Torre de Vilharigues após requalificação. © CM Vouzela

A nobreza local quando tinha dinheiro gostava de exibir o seu poder construindo torres, como se fossem castelos. O Rei e a nobreza da Corte não gostavam e, por vezes, mandavam abaixo as construções.

Torre de Gandufe
Torre de Gandufe

No distrito de Viseu há duas torres medievais, a de Gandufe e a de Vilharigues que também é conhecida como “Castelo” que chegaram ao passado recente em ruínas. Ficam no distrito de Viseu e têm ainda outro dado em comum: terão sido construídas no século XIII.

Apesar de se assemelharem a torres defensiva ou a torres de menagem dos castelos, estas torres eram residências, com dois a três pisos e pertenciam a famílias da pequena nobreza que estavam a ganhar algum poderio no domínio da terra.

Torre de Vilharigues após requalificação. ©  CM Vouzela
Torre de Vilharigues após requalificação. © CM Vouzela

No caso de Vilharigues a propriedade é atribuída à família de D. Duarte de Almeida, o Decepado, a quem D. Afonso V fez mercê de um reguengo no concelho de Lafões. Ainda que tenha havido uma ligação dos Almeidas à Torre de Vilharigues, desconhece-se quem a terá construído e como terá ido parar à posse desta família.
A ligação de D. Duarte de Almeida à torre é lendária. Segundo o povo, em noites de tempestade é possível ouvirem-se os lamentos desesperados daquele que um dia perdeu heroicamente ambas as mãos na Batalha de Toro. 

A torre de Gandufe está no meio de um povoado e a de Vilharigues está num lugar alto com vista para Vouzela e o vale de Lafões. A sua localização estratégica juntamente com o seu perfil militar criaram inúmeras dúvidas sobre a sua função, sendo confundida ainda hoje com um castelo ou com uma torre de menagem.

Torre de Gandufe
Torre de Gandufe

Seguindo a explicação do arqueólogo António Tavares, o acesso à torre era feito por uma escada de madeira amovível. As duas torres tinham uma área social e no último piso eram os quartos.

O problema é que a nobreza da corte não gostava de ver estes sinais de ascensão da nobreza rural e muitas vezes o próprio rei mandava as suas tropas destruir estas torres.

Desconhece-se se foi o que aconteceu em Gandufe e Vilharigues.
Ambas estiveram em ruína, apenas com restos de duas paredes e foram sujeitas a intervenções nos últimos anos para consolidar as estruturas.

Torre de Gandufe
Torre de Gandufe

A de Gandufe, no concelho de Mangualde, teve ainda um processo de requalificação na zona envolvente.
A de Vilharigues, no concelho de Vouzela, teve uma intervenção original, com uma estrutura de vidro que assenta nas paredes consolidadas de granito e é um espaço museológico.
A de Vilharigues está classificada como Imóvel de Interesse Público.

Quem se põe em bicos de pés…  faz parte do podcast semanal da Antena1 Vou Ali e Já Venho e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, Quem se põe em bicos de pés…, pode ouvir aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s