O sabão mole de Belver

Sem comentários

Este slideshow necessita de JavaScript.

Belver tem um dos quatro museus europeus sobre o sabão. Na viagem ao museu descobrimos que o fabrico do sabão foi um monopólio do rei que originou a revolta dos saboeiros e porque nove em dez estrelas de cinema usam sabonete.

Belver fica no concelho de Gavião, mesmo ao lado do Tejo e este foi um dos motivos porque foi criada aqui a Real Fábrica de Sabão. Facilmente se fazia o transporte por meio fluvial.

Sabão em exposição no museu
Sabão em exposição no museu

O outro motivo é a existência de muitos olivais e o azeite ter sido um dos ingredientes para o fabrico de sabão.

A presença da fábrica deveu-se ainda à Lei do Monopólio Régio. O fabrico e comercialização estava dependente da vontade real, o que na prática significava a cobrança de um imposto aos saboeiros. Foi assim do século XV ao XVIII. Uma revolta dos saboeiros travou o monopólio e a Fábrica Real fechou.

Produtos antigos em exposição
Produtos antigos em exposição

A produção de sabão continuou em Belver com sete saboarias durante algumas décadas e a actividade só foi extinta na primeira metade do século XX. A indústria tomou conta da actividade e a utilização de materiais químicos tornou ultrapassada a produção artesanal.

Materiais informativos e produtos antigos estão em exposição
Materiais informativos e produtos antigos estão em exposição

Muitos dos materiais e alguma informação em exposição no museu resulta de testemunhos de pessoas que ainda viram como era feito o sabão mole de Belver e que por ter muito potássio era forte e mais indicado para lavar o chão e roupa.

Saboeiros de Belver
Saboeiros de Belver

Numa sala estão alguns utensílios e, curiosamente, no levantamento efectuado do registo dos saboeiros no século XIX só se encontram nomes de homens.

No museu é ainda explicada a composição química do sabão, a sua história desde a lenda do Monte Sapo aos grandes nomes da indústria internacional.


Podemos também ver alguns produtos que marcaram a publicidade nas últimas décadas como são exemplo o Feno de Portugal e o sabonete Lux.

Publicidade aos sabonetes
Publicidade aos sabonetes

Ambas as marcas transmitiam mensagens com rostos do cinema e apostavam na inovação e no design

Nomes da indústria que tiveram actividade no sabão e sabonete
Nomes da indústria que tiveram actividade no sabão e sabonete

Estas são algumas das histórias que a antiga escola primária e hoje Museu do Sabão de Belver dá a conhecer e relativas a um produto que encontramos em praticamente todo o mundo e há milhares de anos. No entanto, na Europa há apenas quatro museus dedicados ao sabão: em Espanha, França, Líbano (o mais antigo) e Portugal que é o mais recente. Para além destes, existem apenas núcleos museológicos dedicados a marcas.

O sabão mole de Belver faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, O sabão mole de Belver, pode ouvir aqui

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s