O Bandarra sapateiro e adivinho

Sem comentários

Bandarra tem uma casa que o evoca em Trancoso, epitáfio numa igreja e foi referência do Padre António Vieira e de Fernando Pessoa.

É raro um adivinho ter um túmulo numa igreja, a de S. Pedro em Trancoso, e ser qualificado por um ilustre jesuíta como um verdadeiro profeta porque foram cumpridas coisas exatas que ele adivinhou.

Estátua de Bandarra em frente da Câmara Municipal de Trancoso
Estátua de Bandarra em frente da Câmara Municipal de Trancoso

A Inquisição chegou a desconfiar de Gonçalo Annes Bandarra e até o condenou, embora de forma ligeira. A Inquisição não gostava das referências que ele fazia aos livros religiosos e de com muita frequência se referir ao Desejado, a esperança do povo.

Bandarra afirma-se como um profeta messiânico. Percebe-se assim como as suas profecias do século XVI chegam aos dias de hoje com o permanente mito do regresso do Encoberto.

Historiador Santos Costa
Historiador Santos Costa

É neste contexto que o historiador Santos Costa, citando Fernando Pessoa, perspectiva Bandarra: o que o povo pensa de Portugal.

Ilustração na Casa Bandarra em Trancoso
Ilustração na Casa Bandarra em Trancoso

As profecias de Bandarra fazem parte das Prosas e foram várias vezes impressas no estrangeiro. Em particular em momentos onde esteve em causa a independência de Portugal.
Circulavam apenas versões manuscritas e clandestinas por causa da Inquisição. No entanto, as profecias alcançavam uma forte adesão popular e uma delas até mereceu uma homenagem com um retrato colocado no altar da Sé de Lisboa por ter adivinhado a Restauração.

Citação de Fernando Pessoa na Casa Bandarra
Citação de Fernando Pessoa na Casa Bandarra

Bandarra foi também o inspirador do mito do Quinto Império, projectado por Fernando Pessoa ou o Padre António Vieira. Com o Desejado Portugal, ou a sua língua e cultura, teriam um papel hegemónico no mundo como tiveram, por exemplo, os romanos.

O sapateiro tornou-se, assim, um adivinho eterno da portugalidade e uma figura que ganhou afetos. Em Trancoso quase todos conhecem excertos das Prosas ou profecias do Bandarra.

Túmulo na igreja de S. Pedro em Trancoso
Túmulo na igreja de S. Pedro em Trancoso

Na Casa do Bandarra há também um vídeo com pessoas de Nogueirão, a terra onde Bandarra se terá refugiado depois de passar pelo tribunal da Inquisição e os testemunhos relatam essa relação afetiva. Todos falam da casa onde ele teria vivido, todos remetem para histórias transmitidas de geração em geração e cujo valor é a forte relação afetiva que mostram com o sapateiro adivinho.
A Casa do Bandarra tem ainda uma reconstituição do julgamento, algumas reproduções das Prosas e documentos de arquivo.
A Casa fica em frente da Sinagoga, no centro histórico de Trancoso e foi inaugurada em 2012. No caminho, numa rua paralela encontramos a Sapataria Bandarra, marketing local.

site_bandarra_assinaturaQuando eu morrer achareis
por desgraça ou por ventura
o corpo na sepultura,
e a alma nestes papéis.

O Bandarra sapateiro e adivinho faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui. A emissão deste episódio, O Bandarra sapateiro e adivinho, pode ouvir aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s