Domus Municipalis de Bragança é única em Portugal

Sem comentários

A expressão de que alguém numa tomada de decisão está a meter água é habitualmente em sentido figurado. Na cidadela de Bragança é em sentido literal. Durante centenas de anos decidia-se a vida local e fazia-se justiça ao mesmo tempo que se metia água.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Tudo se passou na Domus Municipalis, a Casa da Câmara que fica próxima do Castelo de Bragança e está escondida atrás da Igreja de Santa Maria.


A Domus é toda de granito, tem a forma de um pentágono e vista de fora parece sombria. A base é toda fechada. É uma parede escura que parece uma muralha.
Na parte superior é ao contrário.

Figuras esculpidas em pedra
Figuras esculpidas em pedra

Na base do telhado há inúmeras figuras esculpidas em pedras e um conjunto de arcos percorre as quatro paredes.

Domus e a igreja
Domus e a igreja

São estes arcos que lhe dão um estilo românico e único na Península Ibérica num empreendimento civil, conforme nos referiu Anabela Pereira, técnica de turismo de Bragança. O interior ajuda a esclarecer a sua arquitetura e função. O espaço é constituído por um grande salão iluminado por luz natural que entra pelos arcos. Provoca um efeito interessante mais ainda porque o salão é completamente aberto, não tem nada. O pavimento da sala é a cobertura de uma cisterna.

Domus MunicipalisA água era de nascentes e da chuva que também seria encaminhada para a cisterna e depois abastecia a cidadela.
O salão foi aproveitado no século XVI para reuniões dos homens bons que decidiam a vida da cidade e faziam justiça. Mais tarde foi paços do concelho e é no século XIX que é dada a designação de Domus Municiplis, a Casa da Câmara.

Castelo
Castelo

Admite-se que a sua construção seja contemporânea da torre de menagem do castelo que também tem traços invulgares. A ser assim, a construção é do tempo de D. João I e do inicio do século XV. Nesta altura a cidadela foi profundamente remodelada numa tentativa de reforçar o poder politico, militar e religioso de Bragança de modo a assegurar uma forte coesão do território.

Torre de menagem
Torre de menagem

A torre de menagem manteve-se até aos dias de hoje e está em bom estado de conservação. Tem 30 metros de altura, nos cinco pisos funciona um museu militar e oferece a melhor vista da cidade.

Vista para o castelo
Vista para o castelo

A Domus Municipalis foi reconstruída em 1936.
A torre de menagem e a Domus Municipalis estão classificados como Monumento Nacional.
Domus Municipalis de Bragança é única em Portugalfaz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, Domus Municipalis de Bragança é única em Portugal, pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:
Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s