A rua Direita de Chaves onde se discutia política

Sem comentários

“A Firma Ermelinda Dias Chaves – solas e cabedais, fica na Rua Direita, a mais torta de Chaves”. A descrição desta loja, uma das mais tradicionais, é feita pela dona do estabelecimento, Ermelinda Dias.


É uma loja centenária que provisoriamente se mudou do 96 para o numero 24. Ermelinda e a irmã, Teresa, fazem a gestão deste espaço comercial que já foi do pai que, por sua vez, foi empregado da Casa Cipriano, o nome original do estabelecimento.

Ermelinda Dias Chaves
Ermelinda Dias Chaves

Ermelinda começou a tomar conta da loja há 38 anos e foi das primeiras mulheres a entrar neste ramos de comércio onde era preciso cortar à faca as solas grossas.

Interior da loja
Interior da loja

Ermelinda e Teresa tentam preservar o mobiliário da loja que conta muita da história do comércio tradicional da rua Direita em Chaves e também da vida da cidade.
Os armários e o restante mobiliário têm mais de 100 anos.

O banco onde se discutia política desde a monarquia
O banco onde se discutia política desde a monarquia

Um dos objectos que se destaca é  um banco grande de madeira, tipo banco de jardim, onde se discutia politica desde os tempos da monarquia. De forma discreta, em particular nos tempos mais obscuros da República.

Armário antigo da loja
Armário antigo da loja

A loja é muito bonita, está bem cuidada e é lugar de visitas. Nem sempre para comprarem produtos e nos últimos anos até diversificaram a oferta para terem mais clientes. Passaram a vender mochilas, cintos, carteiras em pele.. tudo produtos nacional.
No entanto, o rendimento é menor.

Rua Direita de Chaves
Rua Direita de Chaves

O comércio tradicional passa por dificuldades mas Ermelinda promete tudo fazer para manter a loja aberta.

Rua Direita
Rua Direita

Além da visita às poucas lojas de comércio tradicional que ainda resistem, a Rua Direita de Chaves tem ainda o encanto das varandas dos prédios.

Casas com varandas pintadas
Casas com varandas pintadas

São todas trabalhadas em pormenor e há algumas décadas atrás eram um dos motivos de orgulho dos flavienses.

Cigarreira antiga que é guardada na loja
Cigarreira antiga que é guardada na loja

Como todas as outras ruas Direita esta também é sinuosa e estreita. Fica no centro histórico, a caminho da cidadela e, talvez, tenha sido este o percurso que esteve na origem do seu nome.

A rua Direita de Chaves onde se discutia política faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, A rua Direita de Chaves onde se discutia política, pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:
Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s