É brutal a Poça de Simão Dias

Sem comentários

É Brutal! Este é o comentário mais frequente sobre a Poça de Simão Dias na Fajã do Ouvidor, na ilha açoriana de S. Jorge. É uma piscina natural e o comentário é certeiro porque a sensação é mesmo essa.

Brutal pelo efeito que provoca num primeiro olhar, bruta pela dimensão das escarpas de basalto, muito altas e com rochas salientes, suficientes para travar a força do oceano.

Poça Simão Dias
Poça Simão Dias

Brutal também pelo contraste entre o negro do basalto e o azul límpido da água e por último, porque é selvagem, os elementos naturais estão quase em estado puro. É insignificante a intervenção humana.

Poça Simão Dias
Poça Simão Dias

É extensa e irregular devido às formações rochosas que estão dispersas e são resultado de erupções vulcânicas.
Há mais piscinas naturais em redor da Fajã do Ouvidor.

Costa irregular junto à Fajã do Ouvidor com formações vulcânicas
Costa irregular junto à Fajã do Ouvidor com formações vulcânicas

Aqui são chamadas de Poças e a outra que também fica próximo é a do Caneiro. É um deleite para os muitos banhistas que se aventuram. Outros manifestam receio e ficam apenas pelo ligeiro contacto com a água.
A Poça de Simão Dias é a maior de todas as piscinas naturais e é um dos lugares de maior beleza natural da ilha de S. Jorge.

Poça Simão Dias
Poça Simão Dias

É relativamente fácil de visitar. No extremo da Fajã do Ouvidor há alguns trilhos e um deles tem uma vista do alto de uma escarpa. Outro caminho é pelas pedras e rochas e leva-nos à zona mais profunda, junto à água e à parte submersa do basalto com contornos que ficam amarelos, acrescentando cores ao azul celeste da água do Atlântico.

A Fajã do Ouvidor vista do miradouro
A Fajã do Ouvidor vista do miradouro

A beleza natural da Fajã do Ouvidor não se fica pelas piscinas naturais. Há um miradouro no alto da serra que nos oferece uma bela visão de conjunto.
A Fajã é uma pequena zona plana entre o oceano e as montanhas. Uma parcela minúscula de terra comparada com a encosta da montanha que a cerca, com cerca de 400 metros de altura.

Vista da Fajã a partir do cais
Vista da Fajã a partir do cais

Está toda verde, com uma vegetação densa, tal como os terrenos em redor das casas.
São menos de uma centena de habitações, quase toda pintadas de branco e uma ou outra com o basalto à vista. As casas estão dispersas e algumas localizam-se próximo das ravinas basálticas junto ao mar.
A Fajã do Ouvidor tem um porto e é frequente a presença de embarcações.
A actividade piscatória já foi mais relevante como também a produção de cereais.

Um dos moinhos com rodas
Um dos moinhos com rodas

Há alguns moinhos, com rodas para girarem de acordo com a direcção do vento, mas são mais para exibição da arte do passado. A produção de vinho também é menor o que por vezes criou algumas dificuldades quando se reunia o vinho oferecido pela povoação para a festa dos mancebos. Nem sempre a mistura resultava bem. Agora compram parte do vinho e vão apurando à procura de melhor qualidade.

José Sousa reside na Fajã do Ouvidor
José Sousa reside na Fajã do Ouvidor

Estas festas realizam-se na altura do Espírito Santo, a seguir à Páscoa e são pagãs. São duas festas. Na quinta-feira da Trindade é a dos mancebos novos. Na quinta-feira do Espírito Santo é a dos mancebos velhos.
São 15 dias de festa, começou por ser local mas agora já envolve pessoas de toda a ilha que contribuem e aparecem para confraternizar.

O acesso ao porto da Fajã do Ouvidor
O acesso ao porto da Fajã do Ouvidor

Uma outra altura em que vale a pena dar um banho na Poça de Simão Dias e visitar a Fajã é em breve, no terceiro domingo de Setembro. É a festa da padroeira local, Nossa Senhora das Dores, que tem uma ermida construída no inicio do século XX.
É brutal a Poça de Simão Dias faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, É brutal a Poça de Simão Dias, pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s