A sedução dos frades pelas praias de Torres Vedras

Este slideshow necessita de JavaScript.

Os frades eremitas descalços gostam muito das praias de Torres Vedras. Dizem que andam por lá talvez há um milénio.  Hoje marcam presença com o legado de um seminário, o Convento dos Agostinhos e com outro edifício que está em ruínas, junto à praia de Santa Rita.

O Convento de Nossa Senhora da Assunção ou Convento Velho de Penafirme está cercado de areia, no meio de enormes dunas junto a um vale. Com frequência algumas pessoas fazem um desvio da estrada para verem esta construção de pedra.

site_penafirme2_hdr
A areia invade as ruínas

Um edifício fantasma que provoca perplexidade dada a sua construção ser num lugar tão inóspito, ermo e com muito vento. Os frades eram eremitas e deram preferência ao isolamento conforme nos explicou Paula Silva que fez uma investigação sobre o Convento de Penafirme e também sobre o de Nossa Senhora da Graça, em Torres Vedras, ambos pertencentes à Ordem de Santo Agostinho.
O registo da primeira presença dos frades é do século XIII e era noutro edifício do qual não há vestígios.

Convento Velho de Penafirme
Convento Velho de Penafirme

O Convento Velho de Penafirme é já a segunda construção e surge na sequência de uma oferta de duas propriedades da Câmara de Torres Vedras ao frade de origem italiana Frei Gaibetino. O objectivo era a comunidade religiosa fixar-se ali. A construção começou em 1547 e o convento tinha capacidade para cerca de uma dúzia de frades.
site_penafirme_0569Hoje, das ruínas que estão a ser engolidas pela areia, ainda se percebe parte do interior. No testemunho especializado de Paula Silva, podemos ver parte do muro do convento, parte da igreja, paredes da nave rectangular e de algumas dependências conventuais, como por exemplo, a sacristia, o claustro e as celas.
site_cabecalho_penafirme_hdrNo século XVIII o Convento já não tinha capacidade para mais elementos da Ordem que estava a crescer. Além do mais, o tremor de terra de 1755 acentuou a degradação do edifício. Nessa altura os frades já estavam a preparar a saída para outro convento junto à Póvoa de Penafirme e reaproveitaram algum material do Convento Velho o que acentuou a degradação.

Uma das paredes, próximo da estrada
Uma das paredes, próximo da estrada

O Convento na Póvoa de Penafirme foi entretanto adaptado a Seminário e o Convento Velho está classificado como Imóvel de Interesse Público.
Paula Silva publicou uma obra sobre “O Convento da Graça de Torres Vedras” e em breve irá editar outra obra sobre o Convento Velho de Penafirme.

site_penafirme_0567
No meio das dunas

A sedução dos frades pelas praias de Torres Vedras faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo