O castelo da Lousã e da triste Peralta

O castelo da Lousã faz parte da primeira linha defensiva de Coimbra no tempo da reconquista em que o Mondego era a linha mais a sul. No entanto, a sua origem é imprecisa.
Presume-se que o local onde foi construído pertencia a Arouce que já existia em 943.

Foi, aliás, este o nome da fortificação até passar a ser designado por Castelo da Lousã apesar da vila ficar a 2Km.
Outra particularidade da fortaleza é que está num vale, rodeado de enormes encostas da Serra da Lousã.

Vista do Talasnal do Castelo da Lousã
Vista do Talasnal do Castelo da Lousã

De algumas aldeias de xisto, como por exemplo do Talasnal, temos uma vista magnifica da construção defensiva toda rodeada de verde e escondida no vale.
Outra vista muito interessante é do miradouro da estrada nacional.

Torre de menagem do Castelo da Lousã
Torre de menagem do Castelo da Lousã

O que mais se destaca é a torre de menagem protegida na base pelo alambor, uma estrutura também de alvenaria de xisto que dificultava a invasão, designadamente o assalto através de escadas.

Castelo da Lousã
Castelo da Lousã

A entrada do castelo é no lado contrário do alambor e é curva. Este tipo de construção foi introduzido em Portugal no século XII e a actual estrutura deve recuar ao século XIII.
O castelo está classificado como Monumento Nacional e é visitável. Foi sujeito recentemente a obras de conservação.
É também um bom ponto de partida para se descobrir o santuário de Nossa Senhora da Piedade que fica ao lado, depois de se passar a praia fluvial.

Santuário de Nossa Senhora da Piedade
Santuário de Nossa Senhora da Piedade

O Santuário está no meio de uma encosta da serra e tem três capelas. A de S. João deverá ser a mais antiga e está data do século XIII. A de Nossa Senhora da Piedade está no alto de um morro e tem a estátua da senhora que descia à vila em caso de calamidade.

Capela do Senhor dos Aflitos
Capela do Senhor dos Aflitos

No perímetro do castelo encontra-se uma outra capela mas esta é mais recente, do inicio do século XX. É a capela do Senhor dos Aflitos.

Ribeira e inicio da praia fluvial
Ribeira e inicio da praia fluvial

O Castelo da Lousã tem uma das lendas mais tristes do território português.
Um rei quis proteger da guerra a filha, a Princesa Peralta. Levou-a em segredo para o castelo mais o tesouro. Na fuga a Princesa Peralta viu e apaixonou-se pelo inimigo do pai.

Castelo e Santuário de Nossa Senhora da Piedade vistos do miradouro
Castelo e Santuário de Nossa Senhora da Piedade vistos do miradouro

A paixão foi correspondida e ele não resistiu em ir resgatá-la ao castelo. O pai da princesa descobriu foi ao seu encalço e morreram os dois. A coitada da Peralta ainda lá está no castelo e à noite ouve-se chorar porque o seu apaixonado nunca mais chega para a libertar.

Praia fluvial
Praia fluvial

O castelo da Lousã e da triste Peralta faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

Este programa contou com o apoio do:
Turismo do centro de Portugal. Um país dentro de um País.
Cofinanciado pelo Centro 2020, Portugal 2020 e União Europeia através do FEDER

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo