O segredo da paz de Belmonte

Belmonte tem uma história de tolerância para contar ao Mundo. Durante séculos viveu aqui uma comunidade judaica em segredo em relação à Inquisição mas com a conivência da população local.


Conforme explica Regina Pinto que recebe os visitantes no Museu Judaico de Belmonte, a comunidade de judeus de Belmonte é a mais antiga de Portugal. Não se sabe ao certo quando os judeus terão vindo para Belmonte mas está referenciada uma sinagoga no séc. XIII.

Registo de familias judaicas de Belmonte
Registo de familias judaicas de Belmonte

No séc. XV há documentos que provam a presença da comunidade. Por outro lado, não se verificou o êxodo nem a conversão em cristãos-novos depois do decreto de expulsão de D. Manuel I em 1496.
site_museu_judaico_7068O Museu sofreu uma profunda reformulação em 2017 e ganhou interactividade e materiais multimédia, por exemplo vídeos com testemunhos da comunidade judaica.
site_museu_judaico_DSCF9299O espaço interior tem a iconografia judaica a moldar o percurso, muita informação e ilustrações. Narra ainda como a comunidade de Belmonte cumpria os seus ritos de forma discreta.
site_museu_judaico_DSCF9309Muitos destes ritos eram passados através da comunicação oral e em particular ao papel da mulher porque eram elas que faziam as práticas judaicas e as transmitiam aos filhos.
site_museu_judaico_7080O museu é muito visitado por judeus. Todos vêm à procura de descobrir o Segredo da paz de Belmonte. “As pessoas ficam maravilhadas com o Museu e como a comunidade judaica conseguiu sobreviver de forma secreta e por outro lado, como os locais sabiam que eram judeus e foram tolerantes. Isso permitiu que tivessem vivido em paz.”
site_museu_judaico_7081Outros visitantes andam em busca das suas origens. Vão ao Museu nessa busca que pode ter algum fundamento histórico mas também há muita fantasia.

Torá
Torá

A comunidade judaica de Belmonte foi reconhecida oficialmente há 30 anos e foi objecto de uma grande curiosidade internacional quando o caso de Belmonte foi dado a conhecer no universo judaico.

Entrada do Museu Judaico
Entrada do Museu Judaico

Hoje, com o contacto com outras comunidades, praticam outro tipo de ritos. Têm um rabino e uma sinagoga. No entanto, o numero de membros diminuiu significativamente. Residem em Belmonte cerca de 50 judeus e algumas pessoas estão a pensar em partir para Israel.

Sinagoga de Belmonte
Sinagoga de Belmonte

Além do Museu Judaico e da sinagoga é agradável passear na antiga judiaria que fica dentro do centro histórico.
JudiariaPor entre ruas estreitas, pequenas casas de pedra, algumas com vasos de flores e muitas com cruzes marcadas nas ombreiras das portas. Algumas destas casas com símbolos cruciformes estão sinalizadas.

Regina Pinto
Regina Pinto

O segredo da paz de Belmonte faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

2 pensamentos sobre “O segredo da paz de Belmonte

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s