Festa dos Velhos de Bruçó

Dois casais colocam em alvoroço a aldeia de Bruçó na manhã do dia de Natal. Um casal de velhos e a Sécia e o marido. A Sécia, um homem vestido de mulher muito atrevida e exuberante, e intromete-se com outros homens.

A Sécia e o marido ©Memoriamedia
A Sécia e o marido ©Memoriamedia

O marido veste um uniforme de soldado e tenta protegê-la das abordagens masculinas.
Os quatro andam mascarados pelas ruas de Bruçó a fazer tropelias a quem aparece. O enredo é improvisado e juntam-se miúdos que têm bexigas de porco cheias de água penduradas em paus e que tentam abri-las batendo com elas na cabeça das pessoas. Nestas tentativas há muitas correrias e astúcia para apanhar alguém desprevenido.

A Sécia e o assédio masculino  ©Memoriamedia
A Sécia e o assédio masculino ©Memoriamedia

A Sécia é imparável. Mete-se frequentemente com homens ou é perseguida por outros e o soldado é incansável na sua proteção.
O desfile vai ganhando aficionados e os mascarados são acompanhados por gaiteiros e um tocador de  foles e um tocador de tamboril. Vão de porta a porta. São recebidos pelos donos das casas e o hábito é levarem uma oferta em géneros. Maçãs, figos, enchidos e muitos sorrisos.
Desfile a acompanhar os mascarados  ©MemoriamediaAo percorrerem as ruas juntam-se mais pessoas aos mascarados e conforme testemunhou José Barbieri  da cooperativa Memoriamedia  que se dedica à recolha e divulgação de património imaterial, muitos dos participantes são emigrantes que regressam na época das festas de inverno.

“Eles voltam à aldeia de onde quer que estejam. A festa tem um forte enraizamento popular e não lhes passa pela cabeça haver o Natal sem aquela festa”.
A Festa dos Velhos de Bruçó é organizada por um mordomo e uma mordoma. Os preparativos começam muito antes, com a escolha dos rapazes que se vão mascarar, a decoração da igreja e o madeiro que, na véspera de Natal, aquece a noite fria da aldeia transmontana do concelho de Mogadouro.

Madeiro ©Memoriamedia
Madeiro ©Memoriamedia

A preparação do desfile no dia Natal começa muito cedo. Com um farto pequeno almoço e os rapazes a vestirem-se, o que nem sempre é fácil à Sécia.

Uma pausa da Sécia ©Memoriamedia
Uma pausa da Sécia ©Memoriamedia

Alguns dos apartes são em mirandês e o peditório habitualmente é para a igreja.
A visita a Bruçó fica completa com um passeio às espetaculares arribas do Douro.
Festa dos Velhos de Bruçó faz parte do programa da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s