As cascatas da Sevilha portuguesa

A Sevilha portuguesa é uma aldeia do concelho de Tábua, marcadamente rural e um dos seus tesouros é a zona dos moinhos com um açude a desenhar um amplo espelho de água e uma bonita cascata.

Se perguntar a alguém da aldeia a resposta é unívoca:o mais importante é la ao fundo.
Tem o rio, o açude, mesas, moinho do outro lado, tem uma ponte grande, a escola que está do outro lado. De lá é tudo bonito. Mais lindo que que aqui.”

O comentário é de Otilia Costa que estava com mais pessoas a tomar café na Associação Recreativa Sevilhense.
Fica a meio da rua principal que nos vai levar ao vale onde passa o rio Cavalos, o lugar preferido dos visitantes.
“Muita gente. Ao domingo junta-se ali muita gente. Com carros. Tem mesas para comerem. É lindo”.
No caminho descobrimos a convivência de casas modernas com construções antigas, com a pedra à mostra.


Muitas casas estão fechadas. São abrigos irregulares. De gente que vem de férias ou de uma pausa na emigração, porque não são muitos os residentes permanentes, “há uma gentita”.

Um dos pontos de encontro é a Associação, “a tomar a bica”.
Com um largo sorriso Otília Costa acrescenta que “está tudo reformado, já está tudo velho.”

Junto ao rio vemos campos agrícolas, designadamente plantações de milho. A economia de subsistência no passado recente espelha-se ainda nos três moinhos movidos pela água das levadas junto ao açude.

“Tem lá vários moinhos, mas só um é que trabalha. Se for lá em cima à escola, vai adorar, vê-se esta vista toda daqui.”

Otília Costa refere-se ao edifício da antiga escola primária que se encontra no topo da outra colina e que tem uma vista panorâmica da aldeia.

É também aqui que passa o Caminho do Xisto de Sevilha, um trilho que acompanha o rio Cavalos até desaguar no Mondego. Também por aqui encontramos vestígios de outros caminhos com origem nos romanos.
Razão tinha Otilia Costa “quando voltar, vai dizer: “bem disse a senhora, é lindo”.

As cascatas da Sevilha portuguesa faz parte do programa da Antena1 Vou Ali e Já Venho e a emissão deste episódio pode ouvir aqui.