S. João do Deserto com vista para cinco distritos da região centro

S. João escolheu um bom local para se isolar do resto do mundo. A mais de 850 metros de altitude, no alto de uma crista geológica da serra do Espinhal. António Jesus Alves é vizinho e crente no S. João do Deserto. “Diziam que era um santo que andava por lá, a pregar no deserto.…

Ler Mais

O miradouro do castelo de Almourol no “abraço” do Tejo

O castelo de Almourol, com o abraço do Tejo, é uma das fortificações portuguesas mais deslumbrantes. Uma das melhores perspetivas é do miradouro próximo de Arripiado, na margem sul do rio. O castelo está no meio de um vale aberto, rasgado pelo rio Tejo. As paredes de pedrada fortificação ganham uma luminosidade diferente ao longo…

Ler Mais

O teleférico é o melhor miradouro do Funchal

O teleférico do Funchal é um excelente miradouro ambulante para descobrir a cidade. A viagem da baía do Funchal até ao Monte demora cerca de 15 minutos, percorremos 3.200 metros, sempre a subir, com um desnível superior a meio quilómetro. José Jesus fez este percurso com a família. “Foi espetacular. Permite-nos ter vistas únicas. Em…

Ler Mais

Baloiço do Alamal com castelo e praia

No baloiço vemos tudo. Como no castelo de Belver que se encontra em frente, na outra colina. O rio Tejo passa num vale e domina a paisagem numa extensão muito grande. Vemos o comboio a passar à beira rio, os grifos e no fundo da encosta, corpos ao sol na praia do Alamal. O baloiço…

Ler Mais

A piscina oceânica de Azenhas do Mar: “é difícil deixar um sítio tão bonito como este”

A piscina natural alimenta-se da água de uma ribeira e é filtrada pelo mar quando a rebentação das ondas também vai “nadar” na piscina. Faz parte de um dos mais bonitos e afamados postais ilustrados da região de Sintra: Azenhas do Mar. Junto ao mar, no final da falésia, o tom calmo da piscina natural,…

Ler Mais

Os fabulosos passadiços do Mondego

Prometem ser das mais interessantes propostas de passeio em passadiços.  São uma construção fantástica, inserida numa paisagem única da serra da Estrela. Têm uma extensão de quase 12 km e a maior parte acompanha o rio Mondego, quando ainda é uma criança. O percurso dos passadiços do Mondego é entre Videmonte e a barragem do…

Ler Mais

Passadiço da praia e ambiente Azul

O Passadiço da Praia Azul é ótimo para relaxar, em particular nos dias de semana, quando é menor a frequência de visitantes que vão contemplar o mar, as dunas e a bonita foz do rio Sizandro. Um ambiente natural que percorre um longo areal entre duas falésias. A natureza exprime-se de uma forma mais versátil…

Ler Mais

Passadiços da Foz do Arelho: sete miradouros oceânicos 

As arribas na Foz do Arelho exercem um forte fascínio para quem deseja contemplar a natureza de forma solitária. O mar, as arribas, as dunas e mais adiante as praias de Foz do Arelho e do Bom Sucesso, do outro lado da Lagoa de Óbidos. O mar é o cenário de fundo, permanente. Com maresia,…

Ler Mais

Passadiços das fragas de S. Simão: da aldeia de xisto a um mergulho na piscina fluvial

Os passadiços das Fragas de S. Simão têm pouco mais de 1.700 metros de extensão, entre o miradouro das fragas e a aldeia Casal de S. Simão. Oferecem-nos uma praia fluvial, memórias de azenhas, um ambiente romântico e um enquadramento natural único. Um dos pontos de partida é uma das mais bonitas aldeias de xisto.…

Ler Mais

Passadiços no espectacular Cerro da Candosa

O cerro da Candosa é deslumbrante e com os passadiços (que foram inaugurados este ano) temos uma vista ainda mais fascinante do desfiladeiro onde corre o rio Ceira e termina numa bela praia fluvial. Os passadiços percorrem um morro rochoso que no alto tem uma capela dedicada à Senhora da Candosa. Um dos extremos desce…

Ler Mais

A espetacularidade e a beleza dos passadiços do Orvalho

Os passadiços do Orvalho têm cascatas, miradouros, geomonumentos, uma ribeira para acompanhar, moinhos e muita natureza. Ficamos fascinados com a beleza e a imponência em alguns lugares. O percurso é de 9km, mas só uma parte tem passadiços, que correspondem a lugares mais interessantes e que eram de difícil acesso. É o caso da cascata…

Ler Mais

Passadiços da Ribeira das Quelhas no “Evereste” da serra da Lousã  

Os Passadiços da Ribeira das Quelhas, na serra da Lousã, é um desafio à nossa força de vontade, um exercício de gestão de esforço e um encanto para quem gosta de lugares agrestes e selvagens. No testemunho de um visitante, quando se chega ao topo dizemos “consegui. Parece que chegámos ao pico do Evereste”. A…

Ler Mais

O incrível Vale das Buracas

“Um choque”, é assim que Beto Junqueira descreve o impacto de deslumbramento de quem visita pela primeira vez o Vale das Buracas, no concelho de Condeixa-a-Nova, e ao longe se depara com as enormes cavidades na encosta do monte. São muitas grutas, têm vários tamanhos, algumas com mais de uma dezena de metros de largura…

Ler Mais

Ponte da Mizarela a ligação entre aldeias da serra da Estrela, cascatas, poços e passadiços do Mondego

A ponte de Mizarela, na serra da Estrela, é o elo de ligação entre várias aldeias e de um caminho percorrido há vários séculos. No presente juntam-se cascatas, passadiços e um baloiço no meio do rio Mondego. A ponte dava seguimento a uma estrada romana onde ainda podemos caminhar. As pedras largas, com formas irregulares…

Ler Mais

Alto do Senhor da Boa Morte e da boa vista para o Tejo e a lezíria

Esta quinta feira é o dia da festa do Senhor da Boa Morte, no alto da vila de Povos, mesmo junto a Vila Franca de Xira. É o dia da romaria anual. Durante o ano a romaria é para contemplar a vista de um fantástico miradouro natural. Do Alto do Senhor da Boa Morte temos…

Ler Mais

Miradouro da Mundet com vista para a bonita baía do Seixal até Lisboa

Um miradouro com uma vista ampla e magnifica para a bonita baía do Seixal e para a história de uma das maiores fábricas de cortiça do mundo. Hoje faz parte da renovação de um amplo espaço urbano no Seixal que junta espaços museológicos e desportivos com zonas de lazer. O miradouro fica numa zona verde…

Ler Mais

Castelo e portados quinhentistas em Castelo Branco

O castelo no alto da colina é um excelente miradouro para a cidade. Percorrer as ruas ingremes na parte histórica é descobrir uma cidade escondida, com a população envelhecida e com um património muito variado. Desde casas apalaçadas aos portados quinhentistas. O frio e a robustez do granito marcam toda esta zona da cidade. É…

Ler Mais

Canhão e Estação de Biodiversidade de Vale de Poios

O Vale de Poios é uma enorme garganta marcada por encostas ingremes, rochosas, de calcário e com poucos sinais de intervenção humana. Abriga a Estação de Biodiversidade de Vale de Poios e é local para caminhadas e escaladas. Fica próximo de um magnifico miradouro e do “monstro das bolachas” As encostas da serra de Sicó…

Ler Mais