A alminha de Vila Cova de Alva

  É uma alminha que separa duas povoações e que confunde a burocracia. De um lado da margem do Rio Alva está Vila Cova de Alva, no outro lado da ponte, está Vila Cova da Beira. Quem mora na Cova do Alva pertence ao concelho de Arganil, quem reside na outra margem pertence ao concelho

Continue a ler

A barbearia centenária do Sabugal

O Castelo e o rio Côa são as referências da cidade do Sabugal. O Castelo no cume da encosta serve de farol. Vê-se praticamente de todo o lado, mesmo antes de se chegar à cidade. O rio passeia, calmamente, no vale que mantém ainda um ar bucólico, e proporciona  frescura, amenizando o calor estival no interior da

Continue a ler

A surpresa de Vilar Maior

Aldeia bem cuidada, a igreja matriz é bonita, o museu preserva o espaço que foi o símbolo do município e, na subida para o castelo, destaca-se o casario de granito que não foi destruído nem profundamente desvirtuado. Só por isto valeu a pena fazer o desvio de 10 km da estrada que vai para o

Continue a ler

Santana do Campo tem ótimos anfitriões

Santana do Campo é uma aldeia da freguesia de Arraiolos e tem a particularidade de ter uma igreja que reutiliza pilares de um templo romano. Os pilares de granito são bem visíveis e estão integrados na zona do altar da igreja que terá sido construído no século XV. No pórtico está inscrita a data de

Continue a ler

Alqueva: descubra o Grande Lago

  A barragem do Alqueva alterou significativamente uma parte do Alentejo. Faz agora 15 anos que foram encerradas as comportas e começou o enchimento da albufeira. Um novo ecossistema para se descobrir e que está em permanente mutação. O Grande Lago, como também é designado, ocupa uma área de 250 km2, constituindo o maior lago

Continue a ler

Foz d’Égua é um presente da natureza

Foz d’Égua é um encanto. Uma maravilha escondida na serra do Açor, a cerca de 4km do Piódão e é local de visita obrigatória. No Verão é bom para refrescar na praia fluvial, na Primavera para ver as giestas e outra vegetação em flor pela encosta acima, até a um altar de xisto. Em qualquer

Continue a ler

Fazer chover em S. Brissos

A Anta-Ermida de Nossa Senhora do Livramento é caso raro em Portugal. Por duas razões, pela origem e porque pode ser útil em tempos de estiagem. Na sua origem é uma anta do milénio quarto ou terceiro antes de Cristo, um monumento funerário, que foi transformado em capela. Esta mudança teve lugar no século XVII. Rapidamente

Continue a ler

O fantástico Cromeleque dos Almendres

    Atualmente são cerca de uma centena e já foram muitos mais. É o maior monumento megalítico da Península Ibérica e um dos maiores em todo o mundo. É também dos mais antigos. 
Trabalhos arqueológicos apontam para a sua criação no neolítico, entre o 6º e o 3º milénio a.C. e foi edificado em

Continue a ler

Conhos, que Conhal!

É uma paisagem estranha. Singular. Concentração de seixos em montes, nas encostas da serra, no meio de um olival… Por todo o lado pedras arredondadas, brancas, rosadas, cinzentas e muitas delas com mais de um palmo de comprimento. Alguns dos montes são enormes, com dois a três metros de altura e uma extensão de dezenas

Continue a ler