Welll! Welll! Freineda

Muitos visitantes ingleses vão de propósito a Freineda, no concelho de Almeida, visitar o quartel general do Duque de Wellington, o homem que derrotou Napoleão em Waterloo. A casa era a maior da aldeia, com uma capela ao lado e ainda é o ponto central de Freineda que na altura das Invasões Francesas tinha pouco

Continue a ler

Almeida – a fortaleza do tempo

Almeida foi e é uma fortaleza. A estrutura em hexágono protegia da guerra, dos invasores espanhóis ou franceses. Hoje é a muralha que preserva a identidade e um fabuloso património. Almeida fica numa zona plana e só se tem uma percepção clara da vila quando nos aproximamos da praça-forte. As elevações, os canhões, o enorme fosso…

Continue a ler

O sabão mole de Belver

Belver tem um dos quatro museus europeus sobre o sabão. Na viagem ao museu descobrimos que o fabrico do sabão foi um monopólio do rei que originou a revolta dos saboeiros e porque nove em dez estrelas de cinema usam sabonete. Belver fica no concelho de Gavião, mesmo ao lado do Tejo e este foi

Continue a ler

Fazer farinha em Souto da Casa e levar à Moagem no Fundão

Vamos à Ribeira da Gardunha fazer farinha de centeio numa azenha que foi recuperada. Os vários cursos de água provenientes da Serra da Gardunha ajudaram a desenvolver uma actividade que foi marcante para a região e muito importante para a sustentabilidade económica de inúmeras famílias ao longo de várias gerações. A moagem artesanal foi depois

Continue a ler

Vamos partir pedra a Alcains

O canteiro está em extinção. Milhares de portugueses trabalhavam a pedra, ornamentavam casas e praças há apenas algumas décadas. Hoje já não existem. O saber era transmitido de geração em geração, muitas vezes na própria família mas as últimas gerações emigraram ou preferiram outras profissões. Em Alcains, há pouco mais de meio século, havia cerca

Continue a ler

Os cantoneiros que embelezavam as estradas portuguesas

O Parque Botânico Arbutus Terras do Demo recupera antigos viveiros da Junta Autónoma de Estradas (JAE) e preserva dezenas de espécies de plantas que estão em extinção. Em muitas estradas de Portugal as bermas são definidas por filas de árvores ou arbustos. Foram plantadas por cantoneiros da Junta Autónoma de Estradas. Ainda há poucas décadas

Continue a ler

Onde está o “enter” na máquina de escrever?

Há pouco mais de duas décadas havia cursos profissionais de dactilografia e as máquinas de escrever faziam parte da rotina de qualquer repartição pública. Em muito pouco tempo estão em desuso e os mais novos até perguntam onde está o enter? quando experimentam escrever numa máquina. O fascínio é a primeira sensação quando se sobe

Continue a ler

No tempo em que Portugal era rico

O Palácio das Vendas Novas foi construído para albergar, só para duas noites, duas  princesas que trocavam Portugal por Espanha. Para casar com Fernando VI seguiu para Espanha D. Maria Bárbara de Bragança. No regresso, foi a princesa D. Mariana Vitória que vinha casar com o futuro rei D. José I. O pai, D. João

Continue a ler

Alpedrinha é um segredo bem guardado

Uma calçada romana sobe a Gardunha, orienta-nos pelo interior labiríntico da aldeia e transporta-nos por uma história de séculos que nos vai levar ao céu no Palácio do Picadeiro. Sim, ao céu. O telhado do Palácio é em vidro e o azul do céu brilha mais que o granito das paredes. No terraço a vista

Continue a ler

Visitas ao Palácio dos Condes de Anadia em Mangualde

A partir desta semana é possível visitar o Palácio dos Condes de Anadia, em Mangualde, com visitas guiadas a uma das mais sumptuosas residências em Portugal do século XVIII. As visitas podem ser marcadas no site do palácio e é o primeiro passo para descobrir um dos mais importantes exemplos de arquitectura senhorial. A casa começou a ser

Continue a ler