A200, a via rápida do Guadiana

O rio Guadiana foi a autoestrada entre muitas vilas portuguesas e a ligação do Alentejo ao Mediterrâneo. O rio anda por Portugal numa extensão de 200 km, a partir do sul de Elvas. No interior do país ou a fazer fronteira com Espanha (quando a fronteira ultrapassou a linha do Guadiana Castela não gostou e …

Ler Mais

O Montinho romano das Laranjeiras

Os romanos tinham bom gosto. Construíram uma Villa mesmo ao lado do rio Guadiana com uma bela vista e num sitio agradável para viver. Ainda hoje quando se visita a Villa Romana do Montinho das Laranjeiras temos essa sensação. Uma ligeira encosta junto ao rio que aqui se manifesta sereno e imponente devido à extensão do…

Ler Mais

As memórias da “auto-estrada” no Museu do Guadiana

O rio e o Museu do Rio estão lado a lado. É a simbiose do Guadiana com os povos e a cultura desta zona da Península Ibérica há vários séculos. Numa imagem moderna o rio Guadiana foi a auto-estrada para o Mediterrâneo a partir de Mértola. Ouro, prata, cereais e azeite foram alguns dos produtos…

Ler Mais

O Guadiana do contrabando

O vale do Guadiana foi fértil no contrabando. Apesar de 3 em 3 km haver postos de vigia dos Carabineros ou da Guarda Fiscal – por exemplo, entre Pomaraão e Vila Verde de Ficalho havia cerca de 15 postos – o comércio clandestino foi uma importante fonte de rendimentos para as famílias dos dois lados…

Ler Mais

O “slide” transfronteiriço de Sanlúcar a Alcoutim

Os castelos de Alcoutim e de Sanlúcar confrontam-se na linha de vista e no passado estiveram mesmo em Guerra. São estruturas militares concebidas para defender a fronteira entre os dois países. Hoje é o contrário. São postais ilustrados para seduzir visitantes dos dois lados da fronteira. Nos últimos anos até se faz a travessia de…

Ler Mais