O difícil equilíbrio da Capela Santo Antão em cima de um penedo

Na próxima segunda feira assinala-se o dia de Santo Antão, conhecido também por vários cognomes como o Grande ou o Eremita. Também é o protetor dos animais e no concelho de Tábua há uma capela singular na aldeia que tem o mesmo nome do santo. Santo Antão não é apenas o protetor dos animais. Deve…

Ler Mais

A pastora Zulmira nos passadiços da Ribeira das Quelhas sabe quem não cumpre a promessa

Zulmira costuma andar com um rebanho de cabras no alto da serra da Lousã, nos passadiços da Ribeira das Quelhas, no concelho de Castanheira de Pera. Numa paisagem deslumbrante, mas por vezes é ela a fotografada. Dizem que não publicam nas redes sociais mas ela descobre quem falta à promessa. Prometi à senhora Zulmira, por…

Ler Mais

A estrela de Grandella nas escolas em Foz do Arelho

Duas das cinco escolas primárias mandadas construir por Francisco Grandella estão próximo da Lagoa de Óbidos, no concelho de Caldas da Rainha. Uma em Nadadouro, outra na Foz do Arelho. Destacam-se facilmente pelas quatro colunas sobrepostas por um frontão na fachada do edifício e com uma estrela de 5 bicos. A estrela é uma marca…

Ler Mais

As surpreendentes ruínas do Sanatório Albergaria próximo de Lisboa

As ruínas do Sanatório Albergaria provocam um misto de fascínio e intriga porque o edifício nunca foi acabado. Está adormecido numa encosta do monte do Cabeço de Montachique, próximo de um excelente miradouro com um baloiço, na freguesia de Lousa, concelho de Loures. Do miradouro ou da estrada temos uma vista geral e dá para…

Ler Mais

Pastelaria regional de Viseu: dos Viriatos às Rotundinhas

É um roteiro muito doce pela região de Viseu e o guia é um mestre, o pasteleiro José Carlos Ferreira, afamado pela sua criatividade, receitas que transformou e até três registos no livro do Guiness: maior pão com chouriço, maior broa Trambela e o maior bolo de aniversário. José Carlos Ferreira tem no seu curriculum…

Ler Mais

Doçaria regional do Ribatejo: vamos provar as Broas de Almeirim

As broas de Almeirim são pequenas, ovais, de cor acastanhada, com um ligeiro brilho e destaca-se meia amêndoa incrustada na parte superior. O sabor é suave, com predominância do mel, canela e erva doce. Um dos locais onde se produzem e se podem comprar as broas de Almeirim é na padaria de Dona Emília também…

Ler Mais

Beber pela cavaca

A cavaca é um doce tradicional onde domina a calda de açúcar. A textura permite que em algumas romarias na região de Viseu seja utilizado como recipiente para se beber vinho. As cavacas tradicionais da região de Viseu são grandes, com um formato irregular e o ponto comum é serem arredondadas. Diz o pasteleiro José…

Ler Mais

Vamos às compras no ponto mais alto de Portugal continental

A Torre, o lugar mais alto de Portugal continental, foge à ideia habitual de um lugar ermo. Pelo contrário, é de fácil acesso, por estradas alcatroadas, fica num planalto, tem uma rotunda e até dois centros comerciais. Podem construir torres ou arranha céus, mas nenhum centro comercial alcança a altitude do da Torre, na serra…

Ler Mais

O maior presépio português está na Basílica da Estrela em Lisboa

O maior presépio português tem quase 500 peças e a maioria são da autoria do notável escultor português Machado de Castro, que viveu no final do século XVIII e inicio do século XIX. O conjunto está numa sala da Basílica da Estrela, em Lisboa, escondida atrás do túmulo de D. Maria I. A rainha foi…

Ler Mais

Bolo rei de castanha é cada vez mais uma alternativa ao bolo rei tradicional

O prato da consoada varia muito de região para região. No entanto, em quase todas as mesas está presente o bolo rei. Foi uma novidade em Portugal, há cerca de 150 anos, e rapidamente se popularizou. Como também o brinde. Em Bragança, terra da boa castanha, há mais de uma década que decidiram variar e…

Ler Mais

Igreja de S. Francisco em Évora: este ano a surpresa é o “Presépio Évora”

Todos os anos, por esta altura, a igreja de S. Francisco em Évora oferece-nos uma nova exposição temporária de uma das maiores coleções de presépios em Portugal. Este ano vão mais longe e na nave da igreja podemos ver uma obra surpreendente: “Presépio Évora” da autoria do arquiteto António Bouça. Susana Nogueira, da igreja de…

Ler Mais

A original árvore de Natal de Medelim feita em croché

A árvore de Natal é feita de 788 quadrados de croché e dá um colorido único a uma rotunda em Medelim, no concelho de Idanha-a-Nova. Os tons vivos de vermelho, verde e amarelo dão graciosidade à árvore que tem quase quatro metros de altura e 12 de diâmetro. São as boas-vindas a quem passa no…

Ler Mais

Igreja do Cristo Rei da Portela é um “pedaço de cidade”

É uma igreja com uma arquitetura que surpreende. O exterior cativa de imediato a atenção e no interior todos os elementos contribuem para impressionar quem entra pela primeira vez no templo. A Igreja do Cristo Rei da Portela está no meio de um bairro marcado por uma paisagem urbana com uma sucessão de edifícios muito…

Ler Mais

Praia Doce no Tejo

Próximo de Salvaterra de Magos o rio Tejo oferece uma amena praia fluvial. A Praia Doce é um recanto com uma ilha a proteger os banhistas e as aves que também tiram partido do refúgio natural. A Praia é Doce porque o Tejo se torna afável entre ilhas e uma ligeira corrente de água oferece…

Ler Mais

A fonte de Água Formosa

Água Formosa fica escondida num vale. Isolada pela natureza e pela emigração. No entanto, a beleza e o sossego está a seduzir novos moradores que dão vida às casas de xisto e a pequenas hortas. O acesso a Água Formosa, concelho de Vila de Rei, é por uma estrada muito inclinada e a placa diz…

Ler Mais

Ecomuseu do Zêzere – uma visão geral e calmante do rio

O Ecomuseu do Zêzere em Belmonte oferece-nos uma visão global de um dos mais bonitos rios portugueses. Uma perspetiva geral, histórica e calma porque o Ecomuseu do Zêzere retrata vários ecossistemas onde as aves estão sempre presentes e se fazem ouvir. O ambiente no espaço fechado e com pouca luz é dominado pelos sons das aves.…

Ler Mais

A judiaria da Covilhã e a herança que chega aos dias de hoje

A comunidade judaica foi uma lufada de ar fresco na cidade e ainda hoje se registam as marcas que deixaram em particular nos lanifícios. Na rua das Flores podemos ver pequenas casas de dois ou três pisos com a tradicional porta grande e porta pequena. Uma até tem uma janela manuelina e outras têm no…

Ler Mais

Visita guiada ao Museu do Pescador Montijo com a única mulher pescadora

O Montijo teve uma das maiores comunidades piscatórias desta margem do Tejo. Na cidade há o Bairro dos Pescadores e mesmo em frente da SCUPA, a Sociedade Cooperativa União Piscatória Aldegalense, podemos visitar o Museu do Pescador. Fica na antiga escola Conde Ferreira, tem cerca de uma centena de instrumentos das artes da pesca e…

Ler Mais