A moda e os amores no Museu de Serra d’ El-Rei D. Pedro I

O amor lendário é evocado no Museu Serra DÉl-Rei D. Pedro I.É uma instalação pequena mas acrescenta algumas leituras à lenda de D. Pedro e Inês de Castro que remonta ao século XIV, quando o Justiceiro, ou o Cruel, andou por aqui. “Desenvolvemos este projeto que visa divulgar a história e a nossa identidade.O Museu aborda a passagem de Inês e a residência de D. … Continue a ler A moda e os amores no Museu de Serra d’ El-Rei D. Pedro I

Miguel Horta vai desenhar histórias com palavras

Miguel Horta é pintor e ilustrador e desde muito cedo se deixou encantar pela palavra. A palavra como instrumento de relação com os outros, um instrumento de compromisso social que foi impulsionado num contexto pessoal, “venho de uma geração pós 25 de Abril e houve uma organização que me influenciou muito, o Centro de apoio às organizações de base. Fui envolvido por um movimento de … Continue a ler Miguel Horta vai desenhar histórias com palavras

Trulé, trulé! Vem aí a magia dos Robertos e de Manuel Dias

Manuel Dias é muito versátil na arte das marionetas. Também um apaixonado pelo que faz. Constrói os bonecos e podemos vê-lo e ouvi-lo com os D. Roberto, no espetáculo Robertos, Viola e Campaniça, ou a manusear marionetas no La Minuta e, com imensa sensibilidade,  a dar vida e a “dialogar” com as marionetas num palco. Trabalhar com os D. Roberto não é fácil. No espetáculo … Continue a ler Trulé, trulé! Vem aí a magia dos Robertos e de Manuel Dias

Uma viagem fora dos carris no Museu Nacional Ferroviário

Este fim de semana é dois em um no Museu Nacional Ferroviário no Entroncamento. Podemos assistir ao Festival do Vapor – Steampunk e descobrir as milhares de peças da ferrovia em Portugal desde os seus primórdios. O Festival do Vapor – Steampunk decorre de 27 a 29 de Setembro e, segundo a organização, “A História, a Memória e o Património Ferroviário mostram-se numa festa que … Continue a ler Uma viagem fora dos carris no Museu Nacional Ferroviário

A programação dos canais da Ria em Aveiro

A melhor forma de descobrir Aveiro é num passeio de barco. Faz todo o sentido porque a cidade tem como embrião os canais da ria e é natural a sua relação com a água. Há várias empresas a fazer os passeios e a grande maioria é nos barcos moliceiros, uma das três embarcações tradicionais que, curiosamente, não era a mais frequente em Aveiro. Diz o … Continue a ler A programação dos canais da Ria em Aveiro

A200, a via rápida do Guadiana

O rio Guadiana foi a autoestrada entre muitas vilas portuguesas e a ligação do Alentejo ao Mediterrâneo. O rio anda por Portugal numa extensão de 200 km, a partir do sul de Elvas. No interior do país ou a fazer fronteira com Espanha (quando a fronteira ultrapassou a linha do Guadiana Castela não gostou e  anexou Olivença). Em algumas partes do percurso é um rio … Continue a ler A200, a via rápida do Guadiana

Passeio de barco no Sado (sem golfinhos (:

Os passeios de barco na baía de Setúbal constituem uma das formas mais interessantes de descoberta de uma parte significativa da Reserva do Estuário do Sado.O património natural é muito rico e trata-se de um ecossistema relevante e sensível e por isso mesmo foi classificado de modo a salvaguardar a sua diversidade.Na Primavera e Verão é uma área abundante de peixe em que o estuário … Continue a ler Passeio de barco no Sado (sem golfinhos (:

Descobrir de barco o estuário do Rio Mira

A foz do rio Mira em Vila Nova de Mil Fontes é um dos postais ilustrados da costa alentejana e também um dos lugares mais relevantes do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Um dos motivos tem a ver com a avifauna, em particular das aves migratórias. António Francisco é mestre da embarcação, “Maresia” conhece bem o estuário e recomenda ver as aves no … Continue a ler Descobrir de barco o estuário do Rio Mira