Trilho da Barca d’Amieira com “serviço completo”

É um percurso para toda a família e atrativo para um vasto grupo de interesses. A natureza, passadiços, uma ponte pedonal suspensa, baloiços e miradouros. Nos 3,6km do Trilho da Barca d’Amieira temos muito com que nos deslumbrar. O percurso é linear. Os extremos são o cais da Barca d’Amieira, que faz a travessia do…

Ler Mais

Baloiçar no Monte Alto de Arganil

A imagem de Arganil é indissociável do santuário de Mont’Alto que está no topo de um monte sobranceiro à vila. É um cartão de visitas devido à paisagem que oferece. Agora a contemplação pode ser feita num baloiço. O santuário de Mont’Alto está a mais de 600 metros de altitude. O branco do edifício da…

Ler Mais

Baloiço do Cabeço de Montachique que espreita Lisboa

Na região metropolitana de Lisboa é um dos miradouros com vista mais ampla, que agora pode também ser disfrutada num baloiço. A vista é de 360 graus, para os visitantes e para o controlo de incêndios O acesso é fácil. Fica próximo da A8, e rapidamente damos pelo miradouro Cabeço de Montachique porque está no…

Ler Mais

Baloiço nas alturas da Pedra da Sé e com vista para o rio Mondego

A Pedra da Sé é um enorme maciço granítico com uma “varanda” natural onde colocaram um baloiço que tem uma excelente vista para o Mondego. Balouçamos próximo da falésia e o olhar perde-se no horizonte verde e azul. O Miradouro da Pedra da Sé tem a vista para o leito cheio do Mondego devido à…

Ler Mais

O baloiço do lobo em Pena Lobo

O resultado é muito feliz. Uma obra da natureza e da criatividade humana que conciliou um lago, uma paisagem com horizontes rasgados entre serras e um baloiço para apreciar a vista ao som do vento. É o lobo que deu o nome à aldeia, Pena Lobo, no concelho de Sabugal No alto de uma encosta,…

Ler Mais

Baloiços lilás nos passadiços do Trilho da Barca d’Amieira

Os baloiços da “Árvore Lilás” são muito mais interessantes do que sugere o nome. Fazem parte dos passadiços do Trilho da Barca d’Amieira e têm uma vista fantástica para o Tejo e para uma ponte pedonal suspensa. São baloiços um pouco kitsch. A começar pelo nome, “Baloiços Instagramáveis da Árvore Lilás”, outra situação estranha. A…

Ler Mais

Desconfinar no Baloiço dos Amigos de Santa Cristina

Baloiçamos em silêncio, rodeados de árvores e com vista para a serra do Bussaco e a aldeia de Santa Cristina, no concelho da Mealhada. A estrutura do baloiço e a decoração em redor são um testemunho de superação de crises que nos batem à porta. Agora o importante é baloiçar. O Baloiço dos Amigos de…

Ler Mais

“Sentar e sentir” o Tejo no Baloiço Bico da Goiva

O enquadramento natural provoca de imediato uma reação de deslumbramento. Uma estrada de terra batida acompanha num quilómetro e meio a Vala Real e termina num bico de terra, o Bico da Goiva, e o movimento do olhar é acompanhado pelo balouçar para o Tejo. “Sentar e sentir” é o que está escrito no assento…

Ler Mais

Balouçar entre moinhos e Entrevinhas

São quatro moinhos de vento a que se juntou recentemente o Baloiço dos Moinhos. Estão no alto de uma encosta vizinha da aldeia de Entrevinhas, no concelho de Sardoal, numa zona de lazer com vista ampla. O miradouro fica no aldo de Entrevinhas e é um excelente local para descansar e apreciar a paisagem. “…

Ler Mais

Em Seixo do Côa balouçamos ao toque do sino

Em Seixo do Côa podemos escolher. Vamos para a praia fluvial ou damos um salto ao alto da aldeia ver a paisagem num baloiço. Deram-lhe o nome de Seixo’s Tower Swing, o Baloiço da Torre, porque fica mesmo ao lado da torre sineira da igreja matriz, com dois sinos, e de hora a hora ouvimos…

Ler Mais

Baloiçar no Castelo Velho da serra da Gardunha

Estamos a mais de mil metros de altitude na serra da Gardunha. Rodeados de um anel de escarpas e rochedos e uma das aberturas é para o baloiço e a enorme vista para o planalto. A graciosidade do balouçar rompe com o ambiente rude e selvagem do Castelo Velho. Enquanto balouçamos a vista percorre Monsanto,…

Ler Mais

Miradouro do Bando dos Santos: com nuvens estamos acima do mundo. Sem nuvens, está o mundo aos nossos pés

Estamos no cume do Bando dos Santos, ou Bando Maior, a 643 metros de altitude. Numa das melhores varandas do Centro de Portugal. Num dos seus programas telivisivos o historiador José Hermano Saraiva afirmou estar “num dos mais espantosos miradouros da terra portuguesa”. O que a vista alcança, um horizonte que ultrapassa uma centena de…

Ler Mais