Etiqueta: fluvial

Candal para namorar ou passar o tempo

  Candal impressiona logo à primeira vista. A forma como as casas estão integradas na serra, a sua disposição e os materiais de xisto e madeira fazem um retrato que se torna ainda mais interessante em dias de nevoeiro. A aldeia é um anfiteatro de casas que sobe uma encosta íngreme até ao miradouro. Daqui podemos

Continue a ler

As Portas de Almourão antes da Foz do Cobrão

Foz do Cobrão é uma aldeia que surpreende pela paisagem e pela praia fluvial. Tem ainda o encanto da vista das Portas de Almourão. O nome da aldeia deriva da foz do Rio Cobrão ter lugar aqui, desaguando no Rio Ocreza. Foz do Cobrão pertence ao concelho de Vila Velha de Ródão e está no

Continue a ler

Janeiro de Cima é bonito todo o ano

Janeiro de Cima é um tesouro que brilha com o ocre do xisto. Ruas estreitas com pedra escura e inúmeras casas de xisto que foram restauradas transformam a aldeia numa jóia do património das serras que acompanham o Zêzere. Janeiro de Cima faz parte da rede das Aldeias de Xisto mas também podia integrar a

Continue a ler

O Sr. Honorato da Meimoa

Os da Meimoa dizem que a terra deles é a Princesa da Cova da Beira. Talvez tenham razão para isso. Protegida pela Serra da Malcata e com terrenos férteis, não admira que o local tenha sido habitado por várias civilizações e que o legado cultural seja tema de investigação de várias pessoas daqui, como são

Continue a ler