Bairros mineiros da Panasqueira

Os bairros da Mina da Panasqueira são uma janela no tempo que nos transporta para várias épocas e para uma grande diversidade de sensações, aveludadas ou agrestes.Os bairros mineiros estão em várias localidades da serra do Açor e a maior concentração é na Barroca Grande. Na Segunda Guerra Mundial chegou a ter 10 mil trabalhadores. Joana Campos, que é presidente da Junta de Freguesia, ainda … Continue a ler Bairros mineiros da Panasqueira

O fascínio das minas de São Domingos

As Minas de S. Domingos, no concelho de Mértola, foram durante anos a maior exploração mineira em Portugal mas encerraram em 1966. Deixaram um vasto património industrial que durante algum tempo esteve ao abandono mas que, de certa forma, acrescentou a beleza resultante da fragilidade e da decadência dos materiais. Onde mais se tem essa sensação é na surpreendente Achada do Gamo. São antigas fábricas … Continue a ler O fascínio das minas de São Domingos

As impressionantes Minas da Panasqueira

As Minas da Panasqueira podem originar reacções contraditórias aos visitantes mas uma coisa é certa: ninguém fica indiferente. Pela dimensão, pelas enormes escombreiras que parecem montanhas, pelo esforço do homem que há mais de um século revolve a terra para explorar o volfrâmio. Tudo isto impressiona. Na estrada de acesso à aldeia de S. Francisco de Assis e depois à Barroca Grande, onde está a boca … Continue a ler As impressionantes Minas da Panasqueira

O Guadiana do contrabando

O vale do Guadiana foi fértil no contrabando. Apesar de 3 em 3 km haver postos de vigia dos Carabineros ou da Guarda Fiscal – por exemplo, entre Pomaraão e Vila Verde de Ficalho havia cerca de 15 postos – o comércio clandestino foi uma importante fonte de rendimentos para as famílias dos dois lados da fronteira. A pobreza, a guerra civil em Espanha e … Continue a ler O Guadiana do contrabando

Lousal: um bom exemplo de arqueologia industrial

Em 31 de Maio de 1988 foram encerradas as minas de Lousal, no concelho de Grândola. 30 anos depois, um feliz projeto de preservação das minas de pirites permite visitar a exploração mineira, andar em galerias subterrâneas e ter a sensação o dia a dia dos mineiros. Uma das experiências mais interessantes é caminhar cerca de 300 metros na Galeria Waldemar a 30 metros de … Continue a ler Lousal: um bom exemplo de arqueologia industrial

O Mineirão “gigante”

O Mineirão é um dos postais ilustrados de Belo Horizonte e o “gigante” já foi o segundo maior estádio de futebol brasileiro. Hoje com 62 mil lugares é a casa do Cruzeiro e a “bancada central” da capital do futebol do Brasil. Belo Horizonte tem três clubes de futebol relevantes e dois deles, o Cruzeiro e o Atlético, ocupam lugares cimeiros no futebol brasileiro. Nos … Continue a ler O Mineirão “gigante”