O nosso drama neo-realista em Vila Franca

Um aviso prévio: se teve ou tem alguma relação com os artistas neo-realistas e as suas obras vai ter arrepios. Circular pelos três pisos do Museu do Neo-realismo de Vila Franca de Xira a ouvir Zeca Afonso ou Carlos Paredes e ver obras e testemunhos de escritores que marcam gerações presentes faz extravasar os sentidos.…

Ler Mais

Luis Filipe criou o Museu Etnológico Melo

A Serra da Estrela até parece pequena em comparação com a vontade e o prazer de Luís Filipe de recolher informação e divulgar a sua terra, a aldeia de Melo, no concelho de Gouveia. Criou um museu no rés de chão da sua casa. O Museu da Arte do Carpinteiro com peças e instrumentos que…

Ler Mais

O anjo da guarda de Belver

O Castelo de Belver surpreende os visitantes quando se aproximam da aldeia. Está no cume de um monte, tem uma forma circular e sobressai como o anjo da guarda do casario que está a seus pés. É também um fantástico miradouro para o Tejo. O castelo teve funções importantes desde a sua fundação no século…

Ler Mais

Almeida – a fortaleza do tempo

Almeida foi e é uma fortaleza. A estrutura em hexágono protegia da guerra, dos invasores espanhóis ou franceses. Hoje é a muralha que preserva a identidade e um fabuloso património. Almeida fica numa zona plana e só se tem uma percepção clara da vila quando nos aproximamos da praça-forte. As elevações, os canhões, o enorme fosso……

Ler Mais

O sabão mole de Belver

Belver tem um dos quatro museus europeus sobre o sabão. Na viagem ao museu descobrimos que o fabrico do sabão foi um monopólio do rei que originou a revolta dos saboeiros e porque nove em dez estrelas de cinema usam sabonete. Belver fica no concelho de Gavião, mesmo ao lado do Tejo e este foi…

Ler Mais

Fazer farinha em Souto da Casa e levar à Moagem no Fundão

Vamos à Ribeira da Gardunha fazer farinha de centeio numa azenha que foi recuperada. Os vários cursos de água provenientes da Serra da Gardunha ajudaram a desenvolver uma actividade que foi marcante para a região e muito importante para a sustentabilidade económica de inúmeras famílias ao longo de várias gerações. A moagem artesanal foi depois…

Ler Mais

Vamos partir pedra a Alcains

O canteiro está em extinção. Milhares de portugueses trabalhavam a pedra, ornamentavam casas e praças há apenas algumas décadas. Hoje já não existem. O saber era transmitido de geração em geração, muitas vezes na própria família mas as últimas gerações emigraram ou preferiram outras profissões. Em Alcains, há pouco mais de meio século, havia cerca…

Ler Mais

Onde está o “enter” na máquina de escrever?

Há pouco mais de duas décadas havia cursos profissionais de dactilografia e as máquinas de escrever faziam parte da rotina de qualquer repartição pública. Em muito pouco tempo estão em desuso e os mais novos até perguntam onde está o enter? quando experimentam escrever numa máquina. O fascínio é a primeira sensação quando se sobe…

Ler Mais

Os mistérios da Fonte do Ídolo

A Fonte do Ídolo está em Braga, na Rua do Raio, e este nome expressa bem o contexto do santuário rupestre construído no século I, praticamente na mesma altura da Brácara Augusta. É um lugar cheio de mistérios e de controvérsia. A base é uma superfície rochosa de 3 metros de largura onde foi esculpida…

Ler Mais

A mitologia albicastrense

O distrito de Castelo Branco é rico em sítios arqueológicos que marcam a nossa história mitológica e muito do nosso imaginário. Treburana, Reve, Oipaegia, Marati e Bandi são algumas das divindades dos nossos antepassados lusitanos. Na região de Castelo Branco há muitos lugares e objectos que revelam o culto destas divindades indígenas e algumas eram…

Ler Mais