Beber pela cavaca

A cavaca é um doce tradicional onde domina a calda de açúcar. A textura permite que em algumas romarias na região de Viseu seja utilizado como recipiente para se beber vinho. As cavacas tradicionais da região de Viseu são grandes, com um formato irregular e o ponto comum é serem arredondadas. Diz o pasteleiro José…

Ler Mais

Bolo rei de castanha é cada vez mais uma alternativa ao bolo rei tradicional

O prato da consoada varia muito de região para região. No entanto, em quase todas as mesas está presente o bolo rei. Foi uma novidade em Portugal, há cerca de 150 anos, e rapidamente se popularizou. Como também o brinde. Em Bragança, terra da boa castanha, há mais de uma década que decidiram variar e…

Ler Mais

O saboroso e incomparável pastel de feijão do Patronato

O pastel de feijão do Patronato é uma das “relíquias” de Mangualde. Com um sabor inigualável o pastel tem ainda um papel fundamental no apoio a uma instituição de solidariedade social. A ida a Mangualde tem paragem obrigatória no Patronato. É o mesmo que ir a Roma e não ver o Papa. Aqui a igreja…

Ler Mais

Bolos do Cego – onde nasceu a torta de Azeitão e se comem os amores

Muita gente vai à Pastelaria Regional Cego, em Vila Nogueira de Azeitão, à descoberta do local onde nasceu a torta de Azeitão. O problema é depois escolher porque entretanto, surgem os amores e os mémés. “O que tem tido mais impacto é o mémé”, uma recriação de José Augusto Pinto, proprietário da pastelaria há 44 anos.…

Ler Mais

Os amigos de Peniche

O roteiro é doce e com história. Envolve ingleses e os penichenses. Como estamos em Peniche o esperado é começarmos pelas sardinhas. Mas, desenganem-se, são doces. Por isso, vamos primeiro aos doces regionais que são à base de amêndoa e os mais antigos e mais vendidos são os penichenses. Diz Alberto Cruz, proprietário da Pastelaria…

Ler Mais