Se bem me lembro de Vitorino Nemésio

Vitorino Nemésio é um dos maiores vultos da literatura portuguesa do século XX e deu a conhecer de forma apaixonada muitos dos traços culturais dos açorianos. Mesmo os que não conheceram a sua obra como poeta, romancista ou cronista de viagens e costumes, os que lhe são contemporâneos, certamente se assistiram alguma vez ao programa…

Ler Mais

O versátil Poeta Cavador

O Poeta Cavador era analfabeto mas compôs versos muito elogiados e era muito popular na região da Bairrada. Manuel Alves, o seu verdadeiro nome, nasceu e morreu em Vale de Boi na freguesia da Moita onde em meados do século passado colocaram um busto em bronze. É a homenagem ao Poeta Cavador, cognome que lhe foi…

Ler Mais

No Comboio da Poesia até à Casa da Poesia Eugénio Andrade

O Comboio da Poesia parte de Santa Apolónia, em Lisboa, todas as quarta-feira e sábados. Vai até à Casa da Poesia Eugénio de Andrade. Fica na Póvoa de Atalaia, ao lado de Castelo Novo, onde o Intercidades faz a paragem. O comboio tem uma carruagem dedicada a Eugénio de Andrade e é fácil de identificar…

Ler Mais