Etiqueta: romanos

O Montinho romano das Laranjeiras

Os romanos tinham bom gosto. Construíram uma Villa mesmo ao lado do rio Guadiana com uma bela vista e num sitio agradável para viver. Ainda hoje quando se visita a Villa Romana do Montinho das Laranjeiras temos essa sensação. Uma ligeira encosta junto ao rio que aqui se manifesta sereno e imponente devido à extensão do

Continue a ler

A bela e enigmática Centum Cellas

    A torre de Centum Cellas é tão bela como enigmática. Os seus 12 metros de altura, toda de pedra e com enormes aberturas nas quatro paredes fazem dela uma construção única na Península Ibérica. Sobressai pela altura e também pela sua fisionomia. Parece uma construção fantasma que se agiganta com pedras viradas para

Continue a ler

“Vai a direito” e ficou a rua Direita de Vila Real

Em Vila Real a rua Direita na verdade é a Roque da Silveira. As pessoas passavam por aqui para a paragem dos transportes públicos, era a que ficava mais perto e ficou com o nome de Rua Direita. Emídio Nogueira trabalha na Rua Direita de Vila Real há mais de 60 anos diz que já foi uma

Continue a ler

A estação de serviço da A25 das vias romanas

Relativamente próximo de Mangualde passa a A25, com muito trânsito para Espanha, mas há mil anos era mais ou menos assim: “vamos pernoitar na estalagem da Raposeira, encontramos os que vêm no outro caminho, de Viseu, toma-se banho de água quente e fria e depois seguimos para Mérida”. É ainda um longo caminho mas os

Continue a ler

Conhos, que Conhal!

É uma paisagem estranha. Singular. Concentração de seixos em montes, nas encostas da serra, no meio de um olival… Por todo o lado pedras arredondadas, brancas, rosadas, cinzentas e muitas delas com mais de um palmo de comprimento. Alguns dos montes são enormes, com dois a três metros de altura e uma extensão de dezenas

Continue a ler

Idanha-a-Velha “Revive” a Casa Marrocos

Idanha a Velha - Casa Marrocos

É fascinante a história da Casa Marrocos que está em frente das ruínas romanas.
Foi mandada construir pelo último morgado de Idanha-a-Velha, em meados do século passado, e nunca chegou a ser concluída. As obras vão, agora, ser retomadas para abrir a Casa ao turismo da região.