Fátima Pinto vende castanhas assadas na Baixa de Lisboa há mais de 40 anos

A rua Augusta de Lisboa, como muitas outras ruas de cidades ou aldeias ficam nestes dias com o aroma da castanha assada e do fumo que nas noites frias ganha a estranha forma de um nevoeiro quente. A envolver vendedor e clientes. Há 44 anos que Fátima Pinto faz parte deste cenário no cruzamento com…

Ler Mais