Etiqueta: unesco

O heroísmo de Angra e do Monte Brasil

Angra do Heroísmo é cidade património mundial. Foi a primeira em Portugal a ter esta distinção da Unesco mas ela, de certa forma, representa a história de todo o país nos Descobrimentos. Escala obrigatória das caravelas, Angra do Heroísmo foi ponto de confluência de culturas e o seu património resulta da vivência desta fusão. A

Continue a ler

Roteiro Renascer nos meandros do Zêzere

Os meandros do Zêzere constituem uma paisagem fantástica durante dezenas de quilómetros. Em particular entre a barragem do Cabril, em Pedrógão Grande e a aldeia de Álvaro, no concelho de Oleiros. Do alto das serras chegamos a ver várias vezes o rio porque tem um percurso muito sinuoso. Ondula mais do que uma serpente. São

Continue a ler

A Graciosa Reserva da Biosfera

A Graciosa é a ilha mais baixa e a segunda mais pequena do arquipélago dos Açores. Tem cerca de 60km2 de área. De carro dá-se a volta à ilha em uma hora. Tem uma vegetação menos densa que as outras ilhas e mais baixa. Já foi considerada “o celeiro dos Açores”. Apesar da interferência do

Continue a ler

Buçaco: a mata nacional dos votos de casamento e silêncio

Não quer falar com ninguém, quer-se isolar, ir para um retiro? Uma sugestão é ir para a Mata do Buçaco. Vai dormir nas antigas casas dos antigos guardas florestais, no meio da mata, sem televisão nem internet e até os telemóveis têm pouca rede. Vai ter um tipo ambiente próximo dos monges carmelitas a quem

Continue a ler

Fajã dos Vimes

A ilha de S. Jorge é formada por encostas íngremes. Arribas muito altas e apenas em lugares muito próximos do oceano existem zonas planas, um pouco acima do nível do mar. São as fajãs e constituem uma das características identificadoras da ilha de S. Jorge. Estão classificadas pela Unesco como Reserva da Biosfera. Ao todo

Continue a ler

A torre de mármore de Estremoz

O rossio de Estremoz é o ponto de encontro da cidade e ao longo da sua história tem reunido militares, políticos e monges dos quatro conventos que rodeiam a maior praça de Portugal. Tem também a sua “obra de Santa Engrácia”. É a igrejas do Convento dos Congregados que levou 300 anos a construir. Do

Continue a ler

João Patolas luta contra a extinção da Cestaria de Nandufe

João Patolas é o último artesão de cestaria em Nandufe, no concelho de Tondela. Já foram cerca de uma centena e até ganharam marca própria: Cestaria de Nandufe. Nos último anos o número de artesãos tem vindo a diminuir drasticamente. Agora só está em atividade João Marques, mais conhecido por João Patolas e já tem

Continue a ler

A salvaguarda urgente da Olaria Preta de Bisalhães

A olaria preta de Bisalhães está classificada como Património Imaterial a nível nacional e está também na UNESCO, na Lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade que necessita de Salvaguarda Urgente A arte corre o risco de extinção e os oleiros não chegam a uma dezena sendo que metade tem mais de 80 anos de idade.

Continue a ler

O Património dos Bonecos de Estremoz

Os bonecos de Estremoz são Património Mundial que está nas mãos de apenas 12 pessoas. São eles que asseguram a continuidade desta arte com mais de três séculos e que várias vezes correu o risco de desaparecer. Em Dezembro de 2017 a UNESCO classificou a Produção de Figurado em Barro de Estremoz como Património Cultural

Continue a ler

A casa do secretário-geral da ONU nas Donas

A Casa das Memórias de António Guterres fica mesmo em frente da casa dos avós onde na infância passou muitos dias de férias. É na zona antiga da aldeia e num pequeno largo onde está a igreja e a Casa do Paço. É uma casa grande, simples, com a varanda virada para a igreja e

Continue a ler