Kompong Phluk – o maior lago de água doce da Ásia

Kompong Phluk é Ásia. Calor, água, pessoas em contextos difíceis a lutarem pela sobrevivência e a deslumbrante beleza natural conjugada com o engenho humano.   Kompong Phluk é um pequena cidade, com várias aldeias em redor, no lago Tonlé Sap, o maior reservatório de água doce do sudoeste asiático e onde vivem cerca de 3 milhões de pessoas. Kompong Phluk fica a pouco mais de 20km … Continue a ler Kompong Phluk – o maior lago de água doce da Ásia

Angkor: o que “o génio humano pode conceber”

Os templos de Angkor são fascinantes. Um património histórico construído pelo homem tão espetacular que talvez tenha apenas comparação com Petra, na Jordânia No plano religioso não há igual. São tão deslumbrantes como a sua história que foi inicialmente registada por um frade português para quem este é ponto máximo do génio humano. António da Madalena andou por aqui em 1586 que ditou para o … Continue a ler Angkor: o que “o génio humano pode conceber”

Chiuu! Estou a dormir num monumento

O olhar é diferente. Quando se está alojado num monumento a nossa perspetiva é muito diferente e temos um duplo papel que é inusitado: visitante e hóspede. Em primeiro lugar, passa a haver atenção aos objetos que nos rodeiam e não a habitual indiferença num hotel comum. Em segundo lugar, o olhar é cuidadoso, minucioso. Alternamos entre os papéis de hóspede e de visitante. Por … Continue a ler Chiuu! Estou a dormir num monumento

Calafate de esmeralda

Chegar de avião a Calafate já revela muito do que nos espera: a natureza domina nas formas e nas cores e o elemento central é a água, de cor azul esmeralda. Primeiro com o Lago Argentino, depois com Perito Moreno e os restantes glaciares. 
Espantoso e inesquecível. O avião serpenteia a ampla estepe amazónica com o horizonte dominado por algumas montanhas. A cor castanha da … Continue a ler Calafate de esmeralda

As muralhas gigantes dos glaciares no Lago Argentino na Patagónia

Milhares de jovens vão para a Patagónia fazer trekking e aventura. Outros preferem caminhar no Perito Moreno. Para os menos aventureiros o projecto favorito parece ser o da navegação no Lago Argentino para verem o Upsala, um dos maiores glaciares da América do Sul, e o Spegazzini que tem uma frente com mais de cem metros de altura.. O Upsala é enorme. É o terceiro … Continue a ler As muralhas gigantes dos glaciares no Lago Argentino na Patagónia

Buenos e bonitos Aires

Quando ando por algumas localidades costumo fazer a seguinte pergunta: gostarias de viver aqui? Sim, não me importaria de ficar uns tempos em Buenos Aires. A cidade tem vida, tanta que se prolonga por toda a noite. Sentem-se as particularidades da comunidade portenha, com forte marcas culturais e o prazer de viver. Há uma grande diferença entre ricos e pobres, há o stress do formigueiro … Continue a ler Buenos e bonitos Aires

Microlight nas cataratas de Victoria Falls

A fantástica experiência de ver as Victoria Falls de microlight

  Somos uma leve gota de água. É esta a sensação de voar num microlight por cima das cataratas de Victoria Falls e no meio da nuvem de vapor de água criada com a queda de milhões de litros de água por segundo. “Cool!” que a viagem é para ter calma e saborear. Em Victoria Falls, do lado da Zâmbia ou do Zimbabwe há vários … Continue a ler A fantástica experiência de ver as Victoria Falls de microlight

Amieira do Tejo: duas capelas, um castelo e um enigma

Um castelo num declive e uma capela com uma imagem de um órgão sexual não é comum mas é o que encontramos na Amieira do Tejo. Para quase tudo há uma explicação mas para a reprodução do órgão sexual na abóbada da Capela de São João Batista ainda não foi encontrada. A melhor justificação poderá ser a temática das representações que simbolizam a vida e … Continue a ler Amieira do Tejo: duas capelas, um castelo e um enigma

Comareira – a dona Céu já não mora aqui

      Maria do Céu e a filha nasceram e viveram muitos anos na Comareira.  Agora não, foram embora. No presente, Comareira não tem qualquer habitante durante a noite. Episodicamente alguns turistas pernoitam numa das casas de xisto que foi recuperada. Há uma outra casa que dá sinais de estar habitada, tem horta ao lado e animais. É ocupada por uma senhora de 74 … Continue a ler Comareira – a dona Céu já não mora aqui

Vamos casar em Hanói

Hanói tem mais influência chinesa do que Saigão. É mais fria, distante, mas tem também os seus encantos e, em comum, o divertido e enervante problema de como se atravessar as passadeiras de peões. O conflito e as guerras parecem esquecidos e a zona nobre da cidade é ocupada por um  grande lago, Hoan Kiem, tranquilo e cenário para inúmeras fotografias românticas. Todos os dias … Continue a ler Vamos casar em Hanói

Aigra Velha e enigmática

Aigra Velha é muito pequena, tem meia dúzia de casas, mas é das mais enigmáticas e interessantes entre as várias aldeias de xisto desta parte da serra da Lousã. A maior parte das casas são térreas com portas de madeira e algumas guardavam animais. Ouviam-se cabras numa das casas e noutra um cão fazia imenso esforço para romper por debaixo de uma porta, ou pelo … Continue a ler Aigra Velha e enigmática

Monsanto – salvem a Marafona!

A população de Monsanto devia fazer um apelo para a Marafona entrar nas políticas de incentivo à natalidade. Porque dizem que tem eficácia e, por outro lado, também para garantir a sua continuidade. A Marafona é uma boneca de trapos, sem olhos, nariz, boca e ouvidos (para não ver nem contar nada a ninguém, do que se passa entre o casal) e, no dia de … Continue a ler Monsanto – salvem a Marafona!