Etiqueta: viagem

A Princesa do Alva

Dão-lhe o nome de Princesa do Alva. É adequado porque o rio Alva é o coração de Côja. É o que lhe dá vida e encanto.
 Mas também há a história de um homem com um enorme coração para os mais desfavorecidos, o médico Alberto Valle. A povoação fica nas duas margens do rio e

Continue a ler

A bonita e precursora igreja das Águas

Águas é uma pequena aldeia do concelho de Penamacor e o seu nome tem origem nas termas da Fonte Santa. O espaço termal fica a meio quilómetro da povoação e, conforme ficou registado no século XVII, a nascente é de um olho de água com sabor a enxofre. As termas são recomendadas para problemas respiratórios.

Continue a ler

Vamos casar em Hanói

Hanói tem mais influência chinesa do que Saigão. É mais fria, distante, mas tem também os seus encantos e, em comum, o divertido e enervante problema de como se atravessar as passadeiras de peões. O conflito e as guerras parecem esquecidos e a zona nobre da cidade é ocupada por um  grande lago, Hoan Kiem,

Continue a ler

Fomos ao Mekong comprar caramelos

O Delta do Mekong é uma das áreas mais fascinantes do Sudoeste Asiático. O rio é o centro de toda a atividade. Por enquanto, traz vitalidade aos arrozais e alimento às populações. Por outro lado, é no rio que se faz o quotidiano de muitas comunidades.   A ida ao delta do Mekong foi num

Continue a ler

Aigra Velha e enigmática

Aigra Velha é muito pequena, tem meia dúzia de casas, mas é das mais enigmáticas e interessantes entre as várias aldeias de xisto desta parte da serra da Lousã. A maior parte das casas são térreas com portas de madeira e algumas guardavam animais. Ouviam-se cabras numa das casas e noutra um cão fazia imenso

Continue a ler

Salvem a Marafona!

A população de Monsanto devia fazer um apelo para a Marafona entrar nas políticas de incentivo à natalidade. Porque dizem que tem eficácia e, por outro lado, também para garantir a sua continuidade. A Marafona é uma boneca de trapos, sem olhos, nariz, boca e ouvidos (para não ver nem contar nada a ninguém, do

Continue a ler

Alfaiates ainda vive o declínio

A fortaleza ocupa  uma parte importante da povoação mas o seu valor parece ser ignorado. E não é só de agora. O principal monumento de Alfaiates é o castelo e a dupla cintura de muralha, quadrangulares postas em losango. D. Manuel mandou ampliar e reforçar a estrutura defensiva. Ainda lá está o brasão do rei,

Continue a ler

Sortelha eólica

Sortelha ainda vai dar em divórcio. Não se entende como permitiram a colocação de eólicas em zonas tão próximas da vila histórica. Fotografa-se a torre sineira ou a muralha na Porta Nova, com um pôr do sol lindíssimo, as pedras a refletirem a luz dourada, e o cenário de fundo são as pás das eólicas!

Continue a ler

A barbearia centenária do Sabugal

O Castelo e o rio Côa são as referências da cidade do Sabugal. O Castelo no cume da encosta serve de farol. Vê-se praticamente de todo o lado, mesmo antes de se chegar à cidade. O rio passeia, calmamente, no vale que mantém ainda um ar bucólico, e proporciona  frescura, amenizando o calor estival no interior da

Continue a ler