Miradouro do gigante Penedo Durão

Da primeira vez que lá fui, num dia frio de Inverno dos meus dezassete anos, impressionou-me a fúria da corrente do rio, a abundância de aves que pelo tamanho me pareciam irreais, e, porque cenários daquela grandeza, só os conhecia do cinema. Voltei lá no final dos anos 60 e foi uma decepção: em vez…

Ler Mais

Miradouro de São João das Arribas “mete medo porque tem uma altura do catano”

São João das Arribas tem um miradouro com uma vista deslumbrante do rio Douro e de arrepiantes escarpas graníticas. São enormes, a pique dos dois lados, português e espanhol. Escolhidas para slackline. As arribas são de tal forma altas e verticais que só vemos o rio quando nos aproximamos da beira dos penhascos, (ou penhas)…

Ler Mais

O miradouro Casal de Loivos é a varanda de Pinhão

Do miradouro Casal de Loivos contemplamos, Pinhão, uma grande extensão do Douro num meandro deslumbrante e a vinha a abraçar os montes em forma de cone do outro lado da margem do rio. A par do miradouro da Quinta das Carvalhas, que fica do outro lado do rio Douro, Casal de Loivos oferece uma das mais…

Ler Mais

Miradouro de S. Salvador do Mundo e dos amores eternos

“Desço o Doiro de barco, desde a foz do Sabor. Faltava no meu rol de deslumbramento o maior de todos que só hoje, ao cabo de muitos anos de espera, me foi concedido por não sei que caprichoso deus do acaso. Vou colado à proa do rabão, alheio aos dentes de sol e ao garrote…

Ler Mais

Alcobaça tem o maior museu do vinho em Portugal

Vinho, Saúde, Alegria, são as palavras pintadas numa dorna de madeira sobre um carro de bois, um conjunto que há muitos anos fazia o transporte de uvas para a produção de vinho. Estão próximo da entrada do Museu do Vinho de Alcobaça e, de certa forma, revelam a importância do vinho a nível nacional –…

Ler Mais

Ericeira, “depois Olhão, é esta terra mais asseada de Portugal”

A Ericeira tem cerca de uma dezena de praias e para todos os gostos. Umas protegidas por arribas e formam anfiteatros naturais. Outras em enseadas. A maioria a fazer frente ao impetuoso vento marítimo e, por vezes, a serrar o mar, como diz José Manuel Lourenço, homem do mar, natural da Ericeira e gosta de…

Ler Mais

Paço de Arcos – “a praia aristocrática dos subúrbios de Lisboa”

Há pouco mais de um século Paço de Arcos era uma das praias mais famosas da região de Lisboa. Em 1876 Ramalho Ortigão relatou que era “a praia aristocrática dos subúrbios de Lisboa”, embora se interrogasse sobre a aplicação em Portugal do conceito de aristocracia.Não foi o único a enaltecer a praia que, para outros,…

Ler Mais

No Jardim Zoológico para descobrir os elefantes e rinocerontes que desfilavam em Lisboa

Faz agora 500 anos que um rei gostava de desfilar em Lisboa com vários animais, entre eles, elefantes e rinocerontes. Era um jardim zoológico ambulante. Segundo alguns relatos, o zoo saía apenas algumas vezes à rua, com muita pompa e circunstância. A iniciativa era do rei D. Manuel I que se fazia acompanhar nas ruas…

Ler Mais

Roteiro de vivências genuínas nas aldeias do xisto do Tejo e Ocreza

As quatro Aldeias do Xisto da zona do Tejo e do Ocreza são das menos conhecidas e, por isso, têm a vantagem do isolamento e de oferecerem imagens e vivências genuínas e que remetem para algumas décadas atrás. Figueira, Martim Branco e Sarzedas estão relativamente próximas. Água Formosa, no concelho de Vila de Rei, está…

Ler Mais

O deslumbrante voo do Açor na rota das Aldeias do Xisto

São cinco as Aldeias de Xisto na serra do Açor. Vila Cova de Alva, Benfeita, Fajão, Sobral de S. Miguel e Aldeia das Dez. No entanto, a aldeia mais associada ao xisto é Piódão. Pertence à rede de Aldeias Históricas e terá conquistado o lugar por razões políticas. Independentemente das organizações a que pertencem, o…

Ler Mais

Outros que trabalhem porque hoje vou para a Praia do Valeiro do Barco

Dá imenso gozo aproveitar a frescura da água do rio Alva ou uma sombra do parque que rodeia a praia fluvial e ver a rotina do mundo a passar na ponte. Essencialmente o vaivém de carros na ligação rodoviária a Arganil que fica a cerca de 3 km.A praia fluvial faz parte de uma zona…

Ler Mais

Quem quer casar com o Rei D. Sebastião?

A imagem do rei D. Sebastião acompanhado de um cão é, sem dúvida, um dos retratos mais conhecidos em Portugal. Tem igualmente uma forte carga mitológica associada ao “desejado”.Mas, quando foi feito o retrato, sete anos antes da morte de D. Sebastião em Alcácer Quibir, em 4 de Agosto de 1578, o objetivo era outro. O…

Ler Mais

Um mergulho nos Olhos da Fervença em Cantanhede

Vamos à nascente dar um mergulho. A praia fluvial dos Olhos da Fervença fica mesmo ao lado da estação elevatória que abastece o concelho de Cantanhede. A água corre depois por um leito estreito e, de seguida, dá corpo a uma enorme piscina.A Praia Fluvial dos Olhos da Fervenca tem o piso em areia e…

Ler Mais

Meitriz e a praia fluvial de Além Barco nas terras de ninguém de Arouca

Ponto prévio: é preciso esquecer mapas, gps… e confiar na estrada, que nos vai levar a algum lado. Estamos nos confins de serras e lugares sem gente e o importante é desfrutar do devir, da paisagem selvagem.Percorrem-se quilómetros sem se ver gente, sem carros, a vista está despoluída. Somos esmagados pela Natureza.Andamos entre a serra…

Ler Mais

São Xisto, o rio e a vinha: a irmandade do Douro

São Xisto é um encanto. Pela beleza natural, pela obra hercúlea do homem na decoração das montanhas com a vinha e também por ser um recanto junto ao rio Douro. A aldeia de xisto, o rio e a vinha. São a “Santíssima Trindade” do Douro, os elementos que dão corpo a uma das mais notáveis…

Ler Mais

Fajão da serra do Açor

Fajão tem o encanto de muitas outras aldeias de xisto e não tem o inconveniente de excesso de visitantes no Verão. Um dos motivos é porque está escondida na serra do Açor, a meio caminho entre Pampilhosa da Serra, a sede de concelho, e Arganil. O próprio acesso a Fajão já merece uma viagem. Por…

Ler Mais

Com esta praia fluvial até o Castelo fica Novo

Surpresa!. Nada faz esperar uma praia fluvial, um curso de água fluido em pleno verão e um ambiente de lazer e fresco, perante a aridez da serra. A praia fluvial Castelo Novo é um oásis na serra da Gardunha. Quando nos aproximamos de Castelo Novo sentimos a secura da serra. A Penha e um manto…

Ler Mais

Berlengas: não há outra praia tão natural e à noite passeia e dorme à luz da lanterna

“Ao mesmo tempo fantasmagóricas e reais, de sonho e de granito, vejo-as sempre como a primeira estação da longa via-sacra que tivemos de percorrer através do grande Oceano. Do alto do seu dorso nu, os Farilhões, que ao longe sucessivamente vão mergulhando e emergindo das ondas, lembram-me irresistivelmente uma frota alinhada e aventureira a caminhar…

Ler Mais