Etiqueta: who trips

No Paúl quer chova, quer neve, quem tem sede bebe

A freguesia de Paúl, no concelho da Covilhã, está este fim de semana a assinalar a festa de Santa Bebiana e um dos pontos altos é a célebre procissão onde no andor é transportado um pipo de vinho. Paúl, considerada a Capital da Jeropiga, é o ponto de encontro dos que querem ser protegidos pela

Continue a ler

Pampulha: o charme pouco discreto da burguesia brasileira

Em redor de uma baía encontramos edifícios que serviram de casino, salão de baile, clube desportivo e igreja. O encanto da beleza natural em profunda harmonia com as linhas arredondadas do traço modernista do ainda jovem Óscar Niemeyer e que precederam a obra maior de Brasília. Este enquadramento e o seu significado foi fundamental para

Continue a ler

O Inhotim é um museu único em todo o mundo

O museu de arte contemporânea de Inhotim é a céu aberto e integra arte, paisagismo, preservação ambiental e a beleza natural de um enorme jardim botânico. O Inhotim é o maior museu a céu aberto da América do Sul e o principal destino internacional no estado de Minas Gerais. O comentário generalizado é que foi descoberto

Continue a ler

A aldeia Moderna de Santo Isidro de Pegões

Santo Isidro de Pegões é uma aldeia rural no concelho de Montijo e tem a particularidade de ser uma obra do modernismo português. Foi planeada e construída de raiz há 65 anos pela Junta de Colonização Interna, uma estrutura que tinha como objectivo a colonização de terrenos e o desenvolvimento agrícola. As habitações e as

Continue a ler

A ponte sexy da Covilhã

As pontes favorecem a mobilidade mas a da Covilhã supera largamente essa função. O autor, o arquiteto João Carrilho da Graça diz que é uma ponte sexy e devido a esta estrutura uma revista classificou a Covilhã como um dos sete destinos do mundo mais interessantes em termos de design e o El País destacava-a

Continue a ler

Roteiro gigante das Caldas!

A cerâmica das Caldas da Rainha é afamada e o Zé Povinho é-nos familiar. Este foi o pretexto para um roteiro cultural e artístico. Para melhor conhecermos a cerâmica de Rafael Bordalo Pinheiro e ao mesmo tempo descobrirmos o encanto das Caldas da Rainha. No final do século XIX Bordalo chegava às Caldas da Rainha

Continue a ler

Estarreja: o museu de arte urbana a céu aberto

O circuito de arte urbana em Estarreja é um caso de paixão. Pela forma como começou, com Bordalo II a criar o guarda-rios, pela receptividade acima das expectativas logo na primeira edição do festival de arte urbana, pela ligação apaixonada das obras com a realidade local e pelo envolvimento de idosos que também foram para

Continue a ler

Arte Urbana em Lisboa no “top” do mundo

Lisboa tem um dos roteiros de arte pública mais interessantes em todo o mundo e está entre as 10 cidades mais importantes do Mundo em arte urbana. São dezenas de murais e instalações que se espalham pela cidade, introduzindo surpresas no olhar, colorido em lugares cinzentos, curiosidade em bairros raramente visitáveis e por último, mas

Continue a ler

O Bandarra sapateiro e adivinho

Bandarra tem uma casa que o evoca em Trancoso, epitáfio numa igreja e foi referência do Padre António Vieira e de Fernando Pessoa. É raro um adivinho ter um túmulo numa igreja, a de S. Pedro em Trancoso, e ser qualificado por um ilustre jesuíta como um verdadeiro profeta porque foram cumpridas coisas exatas que

Continue a ler

Os contadores de histórias de Montemuro

No alto da serra de Montemuro está um teatro. É o palco dos contadores de histórias que há 20 anos só têm uma preocupação: contar uma boa história O palco principal da companhia de Teatro Regional da Serra de Montemuro é em Campo Benfeito numa sala completamente diferente dos espaços urbanos convencionais. Mas também pode

Continue a ler