O templo do Sol de Pachacamac

Pachacamac “é um dos mais importantes complexos religiosos do mundo andino da época pré-colombiana e atingiu o seu auge no séc. VI. Os Incas controlavam todo este território até à chegada dos espanhóis em 1533.” fonte – World Monument Funds Em meia hora estamos em Pachacamac a partir do centro de Miraflores, em Lima. O…

Ler Mais

Amã – cidade de contrastes

Amã é uma cidade de contrastes.
Zonas verdes, ruas cuidadas e um ar cosmopolita. Outras áreas eram pobres, com muita confusão.
Nos subúrbios, um cenário ainda mais evidente, com contrastes mais gritantes.

Ler Mais

Aqaba estratégica

Aqaba é um ponto de passagem há quatro mil anos.
De turistas, de mercadorias, de locais que podem seguir para múltiplos destinos: Israel, Egipto, Iraque e Arábia Saudita. 
Também serviu as rotas que cruzam três continentes – Ásia, Europa e África.

Ler Mais

Monte Nebo e Madaba

De Monte Nebo, Moisés viu a Terra Prometida.
Madaba é a cidade dos mosaicos, com o desenho da Terra Santa.
História e religião marcam os dois lugares.

Ler Mais

Bahrain ficou sem a pérola

O Bahrain tinha mais encanto no passado. Quando o visitei não me seduziu e depois de terem deitado abaixo a pérola, para apagar más memórias, ficou menos interessante.

Ler Mais

Sim, Bolívia é South America

Os bolivianos são genuínos. Têm pouca influência externa.
Há poucos estrangeiros e turistas.
Eles são puros sul-americanos.

Ler Mais

O mundo maravilhoso de Jokulsarion

Jokulsarion é o fim de um glaciar. Fragmenta-se em direção ao mar. Os pedaços de gelo, nas suas mais variadas formas e cores são um apelo à nossa imaginação.
É um dos mais fascinantes postais ilustrados da Islândia.

Ler Mais

Austrália

Sydney é o postal ilustrado com a Ópera e a Ponte.
Melbourne não perde em comparação, com o seu charme.
A diversidade cultural, a vastidão do espaço rural e o que resta da cultura aborígene são outras descobertas obrigatórias.

Ler Mais

O cavalo islandês

A Laxnes Horses Farm não fica longe de Reykjavik e havia uma carrinha da quinta para transporte dos visitantes. Foram cerca de 20 minutos de viagem. Além de se ver uma paisagem deslumbrante, a viagem serviu ainda para conhecermos os companheiros de viagem. Quase todos novos, turistas. A excepção foram duas jovens que trabalhavam num cruzeiro.…

Ler Mais