Caminhar na serra da Estrela a partir da Torre

O ponto mais alto de Portugal continental fica num planalto, tem uma rotunda, dois centros comerciais e o acesso é por estrada alcatroada. Foge à ideia habitual de um lugar ermo. Talvez por isso, é ponto de passagem obrigatória durante todo o ano. Só quando há muita neve – um dos momentos mais esperados –…

Ler Mais

A época da lampreia

Esta é a época do ano adequada para se comer lampreia. Os apreciadores assumem que é um ritual “obrigatório”, muitas vezes partilhado em grupo. Este ano escasseia a lampreia e a pesca, por exemplo no rio Tejo, não tem tido grande sucesso. Próximo do castelo de Almourol, até ao mês de Abril, cerca de meia…

Ler Mais

Escaroupim – a beleza natural do Tejo, o museu e os avieiros  

Escaroupim fica à beira rio, tem uma vista admirável para o Tejo, em particular para a superpovoada ilha das Garças, que fica mesmo em frente ao cais. O património é marcado pela cultura avieira que podemos descobrir em detalhe no museu e na Casa Avieira. No cais de Escaroupim a vista abrange o rio e…

Ler Mais

Aldeia avieira – Lezirão ou Porto da Palha à beira do Tejo

A aldeia avieira de Lezirão é das mais recentes. Terá pouco mais de 70 anos. Os pescadores de Vieira de Leiria que sazonalmente vinham à pesca no Tejo começaram a fixar-se aqui na década de 50. Na altura chamava-se Porto da Palha porque havia um cais onde se descarregava palha que era transportada para Lisboa.…

Ler Mais

Almaceda para a praia fluvial e “namorar as cachopas”

Almaceda é o nome da ribeira e da aldeia que dá vida e resiste à desertificação de uma freguesia do concelho de Castelo Branco situada numa zona de montanha, entre a Gardunha e o Muradal, no concelho de Oleiros. Almaceda alonga-se pelas encostas da serra. Logo à entrada tem uma igreja com um campanário muito…

Ler Mais

Santo António da Neve que transformavam em gelo

Santo António da Neve fica num dos pontos mais altos da serra da Lousã, no concelho de Castanheira de Pera. A transformação da neve em gelo deixou um património interessante a que se junta a beleza natural de um lugar quase isolado. Santo António da Neve é um irmão gémeo do Alto de Trevim, o…

Ler Mais

Atouguia da Baleia e do touro

Atouguia da Baleia é uma pequena vila do concelho de Peniche com um rico património e uma forte relação com o mar, da qual agora dista alguns quilómetros. A vila, ainda antes da fundação de Portugal, tinha uma zona costeira importante, protegida por uma ilha que é hoje Peniche. Durante vários séculos Atouguia foi um…

Ler Mais

Desconfinar no Baloiço dos Amigos de Santa Cristina

Baloiçamos em silêncio, rodeados de árvores e com vista para a serra do Bussaco e a aldeia de Santa Cristina, no concelho da Mealhada. A estrutura do baloiço e a decoração em redor são um testemunho de superação de crises que nos batem à porta. Agora o importante é baloiçar. O Baloiço dos Amigos de…

Ler Mais

Miradouro do Bando dos Santos: com nuvens estamos acima do mundo. Sem nuvens, está o mundo aos nossos pés

Estamos no cume do Bando dos Santos, ou Bando Maior, a 643 metros de altitude. Numa das melhores varandas do Centro de Portugal. Num dos seus programas telivisivos o historiador José Hermano Saraiva afirmou estar “num dos mais espantosos miradouros da terra portuguesa”. O que a vista alcança, um horizonte que ultrapassa uma centena de…

Ler Mais

Pavia não se fez num dia e só a anta-capela tem 5 mil anos

Roma e Pavia não se fizeram num dia. No caso de Pavia do concelho de Mora o fio da história já corre há alguns milénios. Desde a pré-história e um dos testemunhos que o prova é o conjunto de monumentos megalíticos que se encontra na freguesia. Um deles está no centro da vila. É uma…

Ler Mais

Miradouro da Cruz Alta na serra do Bussaco

A Cruz Alta é o culminar celestial, a aproximação às divindades. É verdade que hoje tem funções mais mundanas como namorar ou ponto de observação de incêndios, mas muitos visitantes da serra do Bussaco preservam o espírito dos monges que durante séculos viveram aqui e deixaram um legado fabuloso, em particular a notável Mata do…

Ler Mais

O miradouro Casal de Loivos é a varanda de Pinhão

Do miradouro Casal de Loivos contemplamos, Pinhão, uma grande extensão do Douro num meandro deslumbrante e a vinha a abraçar os montes em forma de cone do outro lado da margem do rio. A par do miradouro da Quinta das Carvalhas, que fica do outro lado do rio Douro, Casal de Loivos oferece uma das mais…

Ler Mais

Senhora de Lurdes é um dos mais fascinantes miradouros do Douro Vinhateiro

“Devido ao fascínio exercido nos homens pela grandiosidade do vale do Douro, vão erguer pequenos santuários de romaria em pontos notáveis da sua paisagem. Mirantes de contemplação de um lugar mágico”Portugal, o Sabor da Terra; Jose Mattoso, Suzanne Daveau, Duarte Belo. O miradouro de Senhora de Lurdes é uma surpresa. Um dos mais deslumbrantes do…

Ler Mais

Alcobaça tem o maior museu do vinho em Portugal

Vinho, Saúde, Alegria, são as palavras pintadas numa dorna de madeira sobre um carro de bois, um conjunto que há muitos anos fazia o transporte de uvas para a produção de vinho. Estão próximo da entrada do Museu do Vinho de Alcobaça e, de certa forma, revelam a importância do vinho a nível nacional –…

Ler Mais

Ericeira, “depois Olhão, é esta terra mais asseada de Portugal”

A Ericeira tem cerca de uma dezena de praias e para todos os gostos. Umas protegidas por arribas e formam anfiteatros naturais. Outras em enseadas. A maioria a fazer frente ao impetuoso vento marítimo e, por vezes, a serrar o mar, como diz José Manuel Lourenço, homem do mar, natural da Ericeira e gosta de…

Ler Mais

Meitriz e a praia fluvial de Além Barco nas terras de ninguém de Arouca

Ponto prévio: é preciso esquecer mapas, gps… e confiar na estrada, que nos vai levar a algum lado. Estamos nos confins de serras e lugares sem gente e o importante é desfrutar do devir, da paisagem selvagem.Percorrem-se quilómetros sem se ver gente, sem carros, a vista está despoluída. Somos esmagados pela Natureza.Andamos entre a serra…

Ler Mais

São Xisto, o rio e a vinha: a irmandade do Douro

São Xisto é um encanto. Pela beleza natural, pela obra hercúlea do homem na decoração das montanhas com a vinha e também por ser um recanto junto ao rio Douro. A aldeia de xisto, o rio e a vinha. São a “Santíssima Trindade” do Douro, os elementos que dão corpo a uma das mais notáveis…

Ler Mais

Fajão da serra do Açor

Fajão tem o encanto de muitas outras aldeias de xisto e não tem o inconveniente de excesso de visitantes no Verão. Um dos motivos é porque está escondida na serra do Açor, a meio caminho entre Pampilhosa da Serra, a sede de concelho, e Arganil. O próprio acesso a Fajão já merece uma viagem. Por…

Ler Mais