A biblioteca mais bonita em todo o mundo

Sem comentários

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

A biblioteca do Palácio Nacional de Mafra é a mais bonita em todo o mundo, tem um conteúdo fabuloso e é também uma das mais ecológicas porque são os morcegos que eliminam os insectos, os pavorosos inimigos dos livros.

Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra
Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra

São várias as referencias a nível internacional e vão todas no mesmo sentido: a biblioteca do Palácio Nacional de Mafra é das mais bonitas, mais singulares e com uma natural associação entre a riqueza do conteúdo e a sua beleza.


Curiosamente o destaque da beleza é porque não foi acabada. Foram feitos os preparativos para a pintura e colocação de retratos mas isso não sucedeu.
Os tons suaves com um piso em pedra lioz de várias cores e uma ligeira luz que entra por janelas no piso superior central dão uma profunda harmonia ao espaço.

Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra
Biblioteca do Palácio Nacional de Mafra

Um tom suave e ameno propício para a descoberta dos quase 36 mil volumes. Um acervo único em Portugal e raro em todo o mundo. Há exemplares únicos em Portugal e em alguns casos apenas mais dois ou três em todo o mundo.

Área dedicada a livros de Ciências Sociais e Humanas
Área dedicada a livros de Ciências Sociais e Humanas

A colecção de livros vai do século XV ao XIX e funciona como um verdadeiro repositório do Saber na Europa nesta época.

D. João V - escultura do Palácio Nacional de Mafra
D. João V – escultura do Palácio Nacional de Mafra

D. João V enviou emissários à procura do melhor que era produzido. Até “trouxeram” uma Bula papal, de Bento XIV que em 1754 permitiu à Biblioteca do Palácio ter livros proibidos.

A biblioteca tem cerca de 36 mil volumes
A biblioteca tem cerca de 36 mil volumes

São ainda algumas centenas e têm uma inscrição onde é feita a referência sobre a proibição. A maior parte incidem em temas religiosos (Reforma) ou temas esotéricos. O terceiro grupo de obras proibidas é sobre temas sociais onde se questiona o poder absoluto do rei e a organização social que pouco depois foi profundamente alterada com a Revolução Francesa.

Tecto na parte central
Tecto na parte central

A última particularidade: os morcegos. São, como afirma Teresa Amaral, a bibliotecária responsável, o elo de ligação de uma perfeita harmonia entre o património cultural e natural. Os morcegos são os grandes aliados da preservação dos livros porque comem os insectos e, de uma forma ecológica, resolvem um problema complicado e grave sem o recurso a químicos.

Zona central da biblioteca
Zona central da biblioteca

Para favorecer esta “aliança” os morcegos não são hostilizados, pelo contrario são criadas as chamadas zonas de conforto. Desconhecem-se onde estão as colónias. Estudos permitem concluir que durante o inverno permanecem no interior da Biblioteca e no verão ficam nas árvores.
Aqui encontra elementos sobre a história da Biblioteca, aqui sobre a consulta de livros e por último, sobre o Palácio Nacional de Mafra.

A biblioteca mais bonita em todo o mundo faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio,  A biblioteca mais bonita em todo o mundo, pode ouvir aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s