Paul do Boquilobo e das aves

A Reserva Natural do Paul do Boquilobo fica a apenas 6km da Golegã e é um lugar tranquilo. Não tem residentes permanente, são poucos os visitantes e é um santuário para a vida selvagem, em particular para as mais de duzentas espécies de aves. Algumas espécies de aves são residentes permanentes, outras vêm nidificar e…

Ler Mais

Borboletário: a maternidade da Quinta de Rana

Na região de cascais há cerca de 1.300 espécies de borboletas e podemos ver muitas delas no Borboletário da Quinta de Rana, no concelho de Cascais. O objetivo do Borboletário é preservar e dar a conhecer a diversidade deste tipo de insetos que podemos ver nas quatro fases do ciclo de vida: borboleta, ovos, lagarta…

Ler Mais

É fascinante a vida no Borboletário Tropical de Constância

O borboletário situado no Parque Ambiental de Santa Margarida é uma maternidade de surpresas. É fantástico ver o breve ciclo de vida das borboletas, os comportamentos e a beleza das várias espécies. Confesso que fiquei surpreendido quando entrei no Borboletário e algumas borboletas voaram à minha frente. Tiago Lopes, coordenador do Parque Ambiental de Santa…

Ler Mais

Está a chegar a altura de irmos rapar sal nas salinas do Samouco

As salinas do Samouco, em Alcochete, constituem um vasto e complexo sistema ecológico que nos permite descobrir segredos da Natureza e paisagens urbanas únicas na grande metrópole de Lisboa. Agora é a altura de irmos rapar sal. Com os dias quentes consolida-se o processo de evaporação da água nos tanques da marinha do Canto, a…

Ler Mais

O Palácio da Rainha e da Vala Real

A estalagem das Obras Novas ou Palácio da Rainha são designações que remetem para o período áureo da foz da Vala Real, próximo de Azambuja. Foi ponto de passagem e de descanso de D. Carlos I e da rainha Dona Amélia e também de controlo de movimento da Vala Real com o Tejo. Houve uma…

Ler Mais

Cortes do Meio a “Capital das Piscinas Naturais”

Cortes do Meio pertence à rede das Aldeias de Montanha e todas as manhãs acorda a olhar para a vertente sul da Serra da Estrela. No ponto mais alto são as Penhas da Saúde e no vale, paralelo à aldeia, corre a ribeira de Cortes. No percurso que acompanha a Freguesia há muitos poços, quase…

Ler Mais

O fantástico refúgio de Bouça

Bouça está escondida na vertente sul da serra da estrela, a quase mil metros de altitude, na freguesia de Cortes do Meio. O olhar fica prisioneiro da serra. No alto da serra, um pouco mais acima, podemos estar a ser observados da Varanda dos Pastores, uma enorme fraga que direciona a nossa atenção para o…

Ler Mais

Covão da Ametade cheio de deslumbramentos

A descrição do Covão da Ametade está repleta de qualificativos para retratar o seu deslumbramento. “O coração da Serra da estrela”, “romântico”, “brutal”… Sem dúvida que há um covão de emoções quando se visita. Um dos motivos que leva muita gente a procurar a clareira entre três gigantes graníticos, num ambiente natural, verdejante é contemplar…

Ler Mais

Beijames em Verdelhos

Do alto de uma encosta da serra da Estrela, a 1.500 metros de altitude, contemplamos um vale que se alonga por cerca de uma dezena de quilómetros. Uma imensidão de verde, ondulado em vários tons. Apenas sobressai Verdelhos. O casario está abrigado no fundo do vale, envolvido por um verde intenso que estará na origem…

Ler Mais

O Eucalipto Grosso do Sardoal que tem de fazer “dieta”

No Sardoal toda a gente o conhece como o Eucalipto Grosso. Facilmente se percebe a razão do nome quando nos aproximamos. A circunferência base é de 16 metros e o tronco é cilíndrico com uma largura também enorme. Só depois de se desdobra em vários ramos até atingir os imponentes 64 metros de altura. Estima-se…

Ler Mais

A Bela Sombra no bairro da Vista Alegre onde os miúdos jogavam à bola

A Bela Sombra já teve uma irmã gémea. Agora está só, num largo do bairro operário da Vista Alegre em Ílhavo. Ela não se ressente do isolamento e nos seus quase 200 anos de idade revela uma enorme robustez. O porte é muito grande e capta de imediato a atenção a largura do tronco e…

Ler Mais

O “cedro” do Príncipe Real – a primeira árvore “monumental” de Portugal

O “cedro do Bussaco” no Príncipe Real é um dos postais ilustrados dos jardins de Lisboa. Não por ser imponente ou por estar classificada como “árvore monumental”. É mais pela graciosidade, a harmonia com o ambiente romântico do jardim França Borges. É vulgarmente designado de “cedro do Bussaco” mas é um cipreste com origem no…

Ler Mais

O adernal do Bussaco – um tesouro botânico

A Mata Nacional do Bussaco é deslumbrante e tem um património histórico e natural único. Do ponto de vista botânico oferece uma riqueza e diversidade ímpar. Em Portugal estão classificadas cerca de 470 árvores das quais, 29 estão no Luso e Buçaco. Há vários motivos que explicam o tesouro da Mata do Bussaco. Não foi…

Ler Mais

Oliveira do Mouchão – a mais antiga em Portugal

A Oliveira do Mouchão tem a bonita idade de 3350 anos e está bem conservada no lugar de Cascalhos, freguesia de Mouriscas. A altura atinge quase os 8 metros e o que mais se destaca é a largura do tronco, com um perímetro de mais de 6 metros. Na base é muito maior, com cerca…

Ler Mais

Balouçar entre moinhos e Entrevinhas

São quatro moinhos de vento a que se juntou recentemente o Baloiço dos Moinhos. Estão no alto de uma encosta vizinha da aldeia de Entrevinhas, no concelho de Sardoal, numa zona de lazer com vista ampla. O miradouro fica no aldo de Entrevinhas e é um excelente local para descansar e apreciar a paisagem. “…

Ler Mais

Em Seixo do Côa balouçamos ao toque do sino

Em Seixo do Côa podemos escolher. Vamos para a praia fluvial ou damos um salto ao alto da aldeia ver a paisagem num baloiço. Deram-lhe o nome de Seixo’s Tower Swing, o Baloiço da Torre, porque fica mesmo ao lado da torre sineira da igreja matriz, com dois sinos, e de hora a hora ouvimos…

Ler Mais

Baloiço dos Castelos de Carapinha com vista para a serra do Açor

O Baloiço dos Castelo fica na Carapinha, concelho de Tábua, no topo de uma encosta rochosa com uma vista ampla para a serra do Açor e que se estende ao Bussaco e ao Caramulo. O Baloiço dos Castelos é solitário. Está no cume de um monte com uma escarpa rochosa com algumas dezenas de metros…

Ler Mais

Baloiçar no Castelo Velho da serra da Gardunha

Estamos a mais de mil metros de altitude na serra da Gardunha. Rodeados de um anel de escarpas e rochedos e uma das aberturas é para o baloiço e a enorme vista para o planalto. A graciosidade do balouçar rompe com o ambiente rude e selvagem do Castelo Velho. Enquanto balouçamos a vista percorre Monsanto,…

Ler Mais