Pinguin Rei na Baía Inútil da Terra do Fogo

Sem comentários

A baía chama-se “Inútil” porque era muito baixa e os barcos encalhavam. Mas não é inútil: é o local de visita do Pinguin Rei, uma das espécies mais divertidas dos pinguins.

 Pinguin Rei chega a atingir um metro de altura
Pinguin Rei chega a atingir um metro de altura

É a segunda maior espécie de pinguins e chegam a atingir um metro de altura. São também dos mais coloridos vivem na Antártida e raramente passam para o continente americano.
Alguns passam muito tempo na águaUm grupo de uma centena de exemplares surgiu em 2010 na Baía Inútil e despertou a atenção do proprietário do terreno que tomou de imediato medidas para os proteger. Mais tarde juntaram-se especialistas e pouco depois o público teve acesso condicionado ao local.

A tratarem das crias
A tratarem das crias

O Pinguin Rey vive habitualmente em regiões com temperaturas muito negativas.
A colónia da Baía Inútil vem aqui mudar a penugem, iniciam o processo de reprodução e alimentação das crias e, claro, divertem-se muito uns com os outros. É mesmo uma reinação.

A combinação das cores torna-os muito alegres
A combinação das cores torna-os muito alegres

São bonitos,  A penugem amarela torna-os mais vistosos. Vimos muitos a mudar o pelo e sete a brincar na água durante um longo período de tempo. Os visitantes ficam num miradouro a alguma distância e todos sorriam com o movimento constante dos pinguins.

As explicações sobre os pinguins e os procedimentos no interior do parque
As explicações sobre os pinguins e os procedimentos no interior do parque

No inicio da visita há uma breve explicação.  Um membro da segurança explica as características desta espécie, o seu comportamento e a interacção que estabelecerem.
A visita demora quase duas horas.

Entrada do Parque
Entrada do Parque

O Parque Pinguino Rey foi constituído em 2011 e é  privado. O acesso é pago  e ajuda o Parque a preservar o local e outras espécies que também usam o local.

Interagem muito entre eles
Interagem muito entre eles

Uma das preocupações é que a zona esteja completamente isolada devido ao receio de roubo animais. Há algumas décadas não era estranho nesta região algumas pessoas passearem na rua com pinguins.
Na altura da minha visita, no exterior andavam duas raposas. Pequenas, acastanhadas e também em risco.

Pinguis e muita penungem marcam a encosta até ao farol
Pinguis e muita penungem marcam a encosta até ao farol

O ambiente (e a espécie) é muito diferente do que se vê na “pinguinera” da Ilha Madalena. Aqui são aos milhares, as pessoas andam mais próximo das aves.
No entanto, estes fazem mais sucesso pela beleza e “curtição”.

A baía tem uma extensão grande e fica numa zona plana
A baía tem uma extensão grande e fica numa zona plana

A designação de Baía Inútil foi dada em 1827 quando se verificou que a zona não era navegável nem servia de refúgio para as embarcações.

Propriedade na Terra do Fogo
Propriedade na Terra do Fogo

A zona é muito árida e com fortes ventos. A estepe tem vegetação rasteira e anda-se dezenas de quilómetros sem se ver uma casa. Há fazendas grandes com exploração de carneiros.

Zona mais protegida da colónia
Zona mais protegida da colónia

A Bahía Inutil fica próximo de Porvenir na Terra do Fogo, no extremo sul do continente americano. A distância percorre-se em cerca de um hora numa estrada de terra batida durante o Verão. No inverno. nesta zona da Patagónia, é melhor esquecer.

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s