Roteiro Renascer em Figueiró dos Vinhos

Sem comentários

O concelho de Figueiró dos Vinhos é atravessado pelo Rio Zêzere e pela Ribeira de Alge que desce a serra da Lousã.

Serras, vales profundos e a ribeira. Noutro casos é o Zêzere
Serras, vales profundos e a ribeira. Noutro casos é o Zêzere

Estes elementos naturais dão uma riqueza paisagística ao concelho que é ainda marcado por uma das mais interessantes aldeias de xisto.

Fragas de S. Simão
Fragas de S. Simão

É o Casal de S. Simão que merece uma visita exclusiva devido à beleza natural em que está inserida, ao trabalho de preservação que está a ser realizado e às imponentes fragas e a praia fluvial.

Centro de Figueiró dos Vinhos
Centro de Figueiró dos Vinhos

O ponto de partida do Roteiro Renascer é a sede de concelho. O centro histórico de Figueiró dos Vinhos merece uma visita com tempo e pode-se começar pelo Museu Centro de Artes, onde também funciona o Turismo e tivemos Paula Mendes como cicerone.

O Museu Centro de Artes é dedicado ao Naturalismo e tem na sua coleção permanente obras de artistas que tiveram uma forte relação com Figueiró os Vinhos, como são o caso de José Malhoa, Manuel Pinto, Simões de Almeida tio e Simões de Almeida sobrinho.)

Casas da criança Bissaya Barreto
Casa da criança Bissaya Barreto

Ao lado do Museu estão duas casas com uma arquitectura invulgar e que chama de imediato a atenção do visitante. De um lado, uma das casas de criança de Bissaya Barreto com o divertido colorido nas paredes e nos mosaicos.

Estátua de Malhoa, o Casulo e o Centro de Artes
Estátua de Malhoa, o Casulo e o Centro de Artes

Do outro lado está o Casulo, o nome dado à casa onde viveu o pintor e escultor José Malhoa e que ele próprio mandou construir. A cor de tijolo e os blocos de pedra branca que definem as linhas do edifício de dois pisos destacam-no no espaço urbano. Está em preparação uma exposição sobre a passagem de Malhoa por Figueiró dos Vinhos, as muitas pinturas e esculturas que produziu e idealizou aqui. No rés do chão existe um museu de xadrez.

O altar com o
O altar com o “Baptismp de Cristo”

De José Malhoa há ainda uma pintura que é obrigatório ver. Está na Igreja Matriz e é o Baptismo de Cristo. A igreja é do final do século XV e está classificada como Monumento Nacional..

Rua no centro histórico
Rua no centro histórico

Num passeio a pé nesta zona podemos visitar facilmente o jardim, os Paços do Concelho e entrar na zona mais antiga da vila.

Pão de Ló da Confeitaria Santa Luzia
Pão de Ló da Confeitaria Santa Luzia

Quem quiser passa pela Confeitaria santa Luzia que produz o pão de ló há mais de um século e que em breve vai ter também um relato próprio.
Um pouco mais acima está um cruzeiro, em forma de cruz de ferro. Terá sido feita no inicio do século XIX nas Ferrarias da Foz de Alge.

As ruas do centro histórico são fáceis de percorrer e num instante estamos no Torre Comarcã ou Torre da Cadeia.

Torre Comarcã ou Torre da Cadeia
Torre Comarcã ou Torre da Cadeia

Foi construída no século XVI e está classificada como Imóvel de Interesse Público. A torre está na rua do relógio e admite-se que também tenha tido um. É uma estrutura quadrangular, pouco alta mas devido à sua localização temos uma visão panorâmica de Figueiró dos Vinhos.

Vista de Figueiró dos Vinhos
Vista de Figueiró dos Vinhos

Para se entrar tem de se pedir a chave no Posto de Turismo.

O passo seguinte é para um dos melhores patrimónios de Figueiró dos Vinhos: a riqueza paisagística, a serra e as praias fluviais.

A simbiose da Ribeira com o Zêzere
A simbiose da Ribeira com o Zêzere

Um dos lugares obrigatórios é a Foz de Alge. Onde se junta ao Rio Zêzere a Ribeira de Alge.

A praia fluvial e cais dos barcos
A praia fluvial e cais dos barcos

No alto da serra, próximo do Parque de Campismo, há um passadiço de madeira onde se pode contemplar a paisagem e a praia fluvial.

Ruínas das ferrarias em Foz de Alge
Ruínas das ferrarias em Foz de Alge

Junto à ribeira há uma ponte e muito próximo encontram-se as ruínas da antiga fundição de ferro. No interior da vila há uma cruz de ferro que foi feita aqui. A viagem de carro até à Foz de Alge é muito interessante, apesar da destruição causada pelos incêndios.

Ana de Aviz
Ana de Aviz

A caminho e São Simão passamos pela praia fluvial Ana de Aviz. É uma pequena represa que tem uma zona de lazer. Muito mais interessante é São Simão.

Casa na aldeia de S. Simão
Casa na aldeia de S. Simão

A aldeia, a comida típica no restaurante, a vista para o vale da Ribeira, o casario que foi renovado e toda a envolvência natural fazem desta aldeia de xisto um lugar especial.

O encanto da praia fluvial de S. Simão
O encanto da praia fluvial de S. Simão

Ao qual devemos juntar as enormes fragas e a encantadora praia fluvial. Fica para outra história.
site_ssimao_aldeia_5427
É possível fazer alguns destes percursos a pé e há roteiros pedestres que cobrem quase todo o concelho.

Roteiro Renascer em Figueiró dos Vinhos faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, Roteiro Renascer em Figueiró dos Vinhos, pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:
Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s