Etiqueta: antena1

Roteiro Renascer na Serra da Gardunha

A Serra da Gardunha é única na Beira com as vilas e aldeias viradas para o sol quase todo o dia. A encosta da serra protege do vento e é ponto de passagem para os pastores. Tem ainda ribeiros e moinhos de água que fazem parte do património natural e cultural da região. No Verão

Continue a ler

A rua Direita de Chaves onde se discutia política

“A Firma Ermelinda Dias Chaves – solas e cabedais, fica na Rua Direita, a mais torta de Chaves”. A descrição desta loja, uma das mais tradicionais, é feita pela dona do estabelecimento, Ermelinda Dias. É uma loja centenária que provisoriamente se mudou do 96 para o numero 24. Ermelinda e a irmã, Teresa, fazem a

Continue a ler

A rua Direita do café Alentejano

Comércio na rua Direita

Em Portalegre dividiram a Rua Direita em três mas todos continuam a chamá-la pelo antigo nome. É uma das ruas mais importantes da cidade, está no centro histórico e é comprida. Vai do Hotel José Régio ao café Alentejano que fica no alto da cidade e é um dos ícones do Alto Alentejo. É uma

Continue a ler

“Vai a direito” e ficou a rua Direita de Vila Real

Em Vila Real a rua Direita na verdade é a Roque da Silveira. As pessoas passavam por aqui para a paragem dos transportes públicos, era a que ficava mais perto e ficou com o nome de Rua Direita. Emídio Nogueira trabalha na Rua Direita de Vila Real há mais de 60 anos diz que já foi uma

Continue a ler

“Ponha aqui o seu pezinho” na Rua Direita em Viseu

A loja Nandita fica no nº12 da Rua Direita em Viseu. É uma das poucas lojas tradicionais e tem mais de 60 anos. É um pequeno estabelecimento comercial e na entrada o visitante é convidado a “por aqui o seu pezinho”. No interior é explicado com desenhos no reboco da parede como se escolhe e

Continue a ler

As Sopas do Espírito Santo

No próximo fim de semana (20 de Maio) realiza-se nos Açores o primeiro bodo do Espírito Santo. É uma festa marcante da cultura açoriana e está espalhada pelos caminhos da emigração. Está de tal forma enraizada que mesmo em pequenas localidades juntam-se centenas de pessoas. Caso apareça há também o hábito de convidar os forasteiros.

Continue a ler

Os mistérios da Srª da Póvoa

A romaria da Senhora da Póvoa é uma das maiores da Beira Baixa. Junta milhares de pessoas e antes da vaga de emigração de meados do século passado era uma festa inesquecível para muitas famílias. A Senhora da Póvoa e a Senhora do Almortão, em Idanha-a-Nova, eram as duas maiores romarias desta região e foram

Continue a ler

A caminho de Santiago

Está  começar a época que junta mais peregrinos no Caminho Português para Santiago. Vai de Maio a Setembro/Outubro. No ano passado foram 59 mil os peregrinos registados que fizeram este caminho. O registo é através de uma credencial que em Lisboa é obtida na Igreja de Nossa Senhora dos Mártires e na Sé Catedral de

Continue a ler

Lisboa-Porto em 34h

Há 220 anos foi criado o serviço da mala-posta em Portugal entre Lisboa e Coimbra mas não teve grande sucesso. A 28 de Maio de 1855 foi feita nova tentativa para relançar o serviço, teve algum sucesso mas por pouco tempo porque no ano seguinte foi inaugurada a primeira ligação de caminho de ferro entre

Continue a ler

Carlos Carvalhas sugere Roteiro Renascer em S. Pedro do Sul

Carlos Carvalhas propõe um percurso muito variado e saboroso no concelho onde nasceu. O ponto de partida é S. Pedro do Sul, mais especificamente o balneário da Rainha D. Amélia. </a As Termas constituem um dos principais pontos de atracão da cidade que está situada na região de Lafões. Após o “duche Vichy” Carlos Carvalhas

Continue a ler