Castelo Rodrigo dá beleza à História

Sem comentários

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Toda a aldeia é um sítio histórico. Ruas, casas, igrejas, muralhas e ruínas…. tudo revela a história e o modo de vida de uma comunidade que teve o seu apogeu na época medieval e que se caracteriza pela ruralidade e proximidade com Espanha. A cor ocre das ruínas e das casas é outro traço distintivo.

Castelo Rodrigo - entrada do Palácio
Castelo Rodrigo – entrada do Palácio

A relação com o pais vizinho foi  um elemento marcante. Castelo Rodrigo esteve sob soberania do Reino de Leão, outras vezes de Portugal e na sequência da crise de 1383/85, em que se posicionou ao lado de Castela, teve o castigo real de inverter as armas no brasão da vila.

O Palácio visto de Figueira Castelo Rodrigo
O Palácio visto de Figueira Castelo Rodrigo

No período filipino voltou a ter o mesmo problema. Cristóvão de Moura foi o enviado de Filipe de Espanha para angariar apoios para subir ao trono de Portugal e, como recompensa,  por várias vezes foi vice-rei em representação da coroa espanhola e teve a retribuição de ser marquês de Castelo Rodrigo.

Ruínas do Palácio Cristóvão de Moura
Ruínas do Palácio Cristóvão de Moura

Construiu aqui um palácio que foi destruído após a Restauração: Diz-se que foi uma revolta popular. Nesta altura Cristóvão Moura já tinha falecido.

As ruínas mantêm-se até aos dias de hoje. Houve obras de solidificação da estrutura no final do século passado.

Palácio Cristóvão de Moura
Palácio Cristóvão de Moura

O palácio é amplo e está localizado no topo do monte, com uma vista magnífica para toda a região. Daqui vê-se bem Figueira de Castelo Rodrigo e, do lado oposto, o miradouro da Serra da Marofa.

Serra da Marofa
Serra da Marofa

Partes da muralha que circunda a povoação também estão em ruínas.

Torreões ao longo da muralha
Torreões ao longo da muralha

As muralhas tinham mais de uma dezena de torreões e os que se mantêm, com a sua forma arredondada, são perceptíveis quando se vê o casario a alguma distância.
As muralhas estão classificadas como Monumento Nacional.

Rua com casas tradicionais e em bom estadoA quase totalidade do casario está em bom estado e algumas das fachadas têm inscrições ou elementos decorativos como janelas manuelinas.

Janela manuelina na Rua da Cadeia
Janela manuelina na Rua da Cadeia

A presença de judeus está também referenciada com cruciformes e uma inscrição em hebraico. Admite-se a existência de uma sinagoga mas não há certeza sobre a sua localização.

Igreja Nossa Senhora do Rocamador
Igreja Nossa Senhora do Rocamador

A igreja matriz é do séc. XII, é um dos edifícios mais antigos e é dedicada a Nossa Senhora do Rocamador.

A igreja já sofreu várias alterações, nota-se, por exemplo, que o primeiro arco era românico mas os seguintes foram adaptados ao estilo gótico.

Imagem de S. Sebastião
Imagem de S. Sebastião

Tem ainda uma imagem em madeira de S. Sebastião datada do séc. XIV. A igreja é usada todas as semanas pela população da aldeia e foi construída para dar apoio aos peregrinos que seguiam para Santiago de Compostela.

Visitantes estrangeiros
Visitantes estrangeiros

Hoje mantém-se a rota dos peregrinos mas, em muitos dias, o maior número é de visitantes estrangeiros que fazem os cruzeiros no Douro e que se deslocam a Castelo Rodrigo a partir de Barca d’Alva e ficam fascinados com o património.

Castelo Rodrigo
Castelo Rodrigo

Na verdade, em Castelo Rodrigo vive-se a História. O património edificado, a preservação, o modo de vida dos habitantes… e a paisagem projectam a aldeia para um passado longínquo, e consegue manter a sua matriz genuína até aos dias de hoje.

Apesar de haver um número crescente de turistas, Castelo Rodrigo tem muito poucos lugares para descansar, comer ou beber. Um dos sítios onde vale a pena fazer uma paragem, e da esplanada ver a serra da Marofa, é o Cantinho Café.

Cerveja de Castelo Rodrigo
Cerveja de Castelo Rodrigo

Produzem uma cerveja artesanal que se chama Castelo Rodrigo mas a referência no rótulo são as coordenadas geográficas. Uma percentagem das vendas vai para o projecto Life Rupis que pretende salvar da extinção quatro espécies de aves na Península Ibérica.

Convento de Santa Maria de Aguiar
Convento de Santa Maria de Aguiar

Não muito longe de Castelo Rodrigo está outra relíquia do património beirão: o Convento de Santa Maria de Aguiar que é fascinante e merece uma visita mais detalhada.

Castelo Rodrigo dá beleza à História faz parte do podcast semanal da Antena1 Vou Ali e Já Venho e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, Castelo Rodrigo dá beleza à História, pode ouvir aqui.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s