Janeiro de Baixo entre os meandros do Zêzere

Sem comentários

O Zêzere num dos seus meandros abraça Janeiro de Baixo.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O rio pode ser visto do alto da aldeia, próximo da igreja. Temos um miradouro que revela a largura do Zêzere e que é ampla.

Junto à água há uma roda de pedra que aproveitava a força motriz do Zêzere.

O Zêzere a contornar Janeiro de Baixo
O Zêzere a contornar Janeiro de Baixo

Um caminho improvisado desce do miradouro até ao rio numa encosta que é íngreme e que dá para ver melhor como o Zêzere contorna a formação rochosa onde está o espaço urbano.

Casas de xisto junto à igreja
Casas de xisto junto à igreja

Janeiro de Baixo faz parte da rede das Aldeias de Xisto e há várias casas recuperadas, em particular no largo onde fica o miradouro.

Casas de xisto
Casas de xisto

O tom alaranjado da terra e do xisto dão um forte colorido à aldeia. Os vasos com flores numa praça e junto às casas ajudam a decorar o casario que vive em silêncio muitas horas do dia porque, fora do Verão, Janeiro de Baixo tem poucos residentes permanentes.

Campanário da igrejaÉ um lugar isolado no meio das serras e os recursos naturais não foram suficientes para travar a emigração.

Rua em Janeiro de Baixo
Rua em Janeiro de Baixo

Muitas casas são segunda habitação e algumas foram recuperadas por estrangeiros e por pessoas de outras regiões de Portugal. Outras habitações são para alojamento de turistas.

Barca na praia fluvial
Barca na praia fluvial

Um dos lugares mais frequentados no Verão é a bonita praia fluvial. É uma praia natural em que a areia resulta dos “meandros” do Zêzere que se vê obrigado, um pouco depois, a galgar algumas pedras. Provoca o único som quando a praia está deserta.

Todo o espaço é envolvido por uma bonito enquadramento natural. As encostas altas da serra e a abundante arborização transformam num recanto este percurso do rio.

Entrada para Parque de CampismoNas proximidades há um parque de campismo e estruturas de apoio à praia fluvial.

O Zêzere visto da ponte
O Zêzere visto da ponte

O acesso à aldeia é feito por uma ponte onde temos uma bonita vista do rio em direcção a Janeiro de Baixo. A humidade e as sombras da serra intensificam o verde das árvores junto às margens do rio e convidam a um passeio num percurso pedestre.

 

Sinalização de passeios pedestres
Sinalização de passeios pedestres

Janeiro de Baixo entre os meandros do Zêzere faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, Janeiro de Baixo entre os meandros do Zêzere, pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s