Museu do Côa – a varanda do maior museu ao ar livre do Mundo

O Museu do Côa está no topo de uma colina virado para a foz do rio Côa e leva-nos pelo serpentear do rio até alguns dos 80 sítios onde há gravuras rupestres do Paleolítico. Do terraço do museu vemos as silhuetas das encostas do Vale do Côa, uma imensidão de espaço que nos recorda que o Parque do Côa é o maior museu ao ar livre do … Continue a ler Museu do Côa – a varanda do maior museu ao ar livre do Mundo

A200, a via rápida do Guadiana

O rio Guadiana foi a autoestrada entre muitas vilas portuguesas e a ligação do Alentejo ao Mediterrâneo. O rio anda por Portugal numa extensão de 200 km, a partir do sul de Elvas. No interior do país ou a fazer fronteira com Espanha (quando a fronteira ultrapassou a linha do Guadiana Castela não gostou e  anexou Olivença). Em algumas partes do percurso é um rio … Continue a ler A200, a via rápida do Guadiana

Passeio de barco no Sado (sem golfinhos (:

Os passeios de barco na baía de Setúbal constituem uma das formas mais interessantes de descoberta de uma parte significativa da Reserva do Estuário do Sado.O património natural é muito rico e trata-se de um ecossistema relevante e sensível e por isso mesmo foi classificado de modo a salvaguardar a sua diversidade.Na Primavera e Verão é uma área abundante de peixe em que o estuário … Continue a ler Passeio de barco no Sado (sem golfinhos (:

Descobrir de barco o estuário do Rio Mira

A foz do rio Mira em Vila Nova de Mil Fontes é um dos postais ilustrados da costa alentejana e também um dos lugares mais relevantes do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. Um dos motivos tem a ver com a avifauna, em particular das aves migratórias. António Francisco é mestre da embarcação, “Maresia” conhece bem o estuário e recomenda ver as aves no … Continue a ler Descobrir de barco o estuário do Rio Mira

O desconhecido e fascinante Desfiladeiro do Cabril do Ceira

É provável que vá ganhar algumas inimizades. Há quem tenha o exclusivo de uma das praias fluviais mais bonitas de Portugal e que é um segredo. Um longo e alto desfiladeiro é atravessado pelo rio Ceira e termina com um pequeno açude que ajuda a formar uma piscina natural. É muito bonita. Forma um espelho de água que reflete as paredes quartzíticas das encostas como … Continue a ler O desconhecido e fascinante Desfiladeiro do Cabril do Ceira

Levar o círio a Dornes e deslumbrar com o Rio Zêzere

Dornes é uma pérola do Rio Zêzere. É conhecida pela sua beleza natural e até foi eleita uma das maravilhas de Portugal na categoria de aldeias ribeirinhas. Esta quarta-feira, 15 de Agosto, Dornes revela uma outra marca da sua história: a riqueza cultural e religiosa. Desde a idade média que todos os anos 43 paróquias da região fazem uma peregrinação ao santuário de Nossa Senhora … Continue a ler Levar o círio a Dornes e deslumbrar com o Rio Zêzere

O Pulo do Lobo selvagem

O Pulo do Lobo continua selvagem depois de ter deixado de ser um segredo bem guardado. Hoje o ex-líbris do Parque Natural do Vale do Guadiana já entra nos roteiros turísticos mas continua agreste, arrepiante e indomável. A queda de água, as rochas, a força da natureza, o lugar isolado… tudo revela uma força selvagem e ao mesmo tempo de deslumbramento. A catarata de 16 … Continue a ler O Pulo do Lobo selvagem

Janeiro de Baixo entre os meandros do Zêzere

O Zêzere num dos seus meandros abraça Janeiro de Baixo. O rio pode ser visto do alto da aldeia, próximo da igreja. Temos um miradouro que revela a largura do Zêzere e que é ampla. Junto à água há uma roda de pedra que aproveitava a força motriz do Zêzere. Um caminho improvisado desce do miradouro até ao rio numa encosta que é íngreme e … Continue a ler Janeiro de Baixo entre os meandros do Zêzere

O “slide” transfronteiriço de Sanlúcar a Alcoutim

Os castelos de Alcoutim e de Sanlúcar confrontam-se na linha de vista e no passado estiveram mesmo em Guerra. São estruturas militares concebidas para defender a fronteira entre os dois países. Hoje é o contrário. São postais ilustrados para seduzir visitantes dos dois lados da fronteira. Nos últimos anos até se faz a travessia de barco para se regressar de slide. Na Tirolina. As duas … Continue a ler O “slide” transfronteiriço de Sanlúcar a Alcoutim