Cortes do Meio a “Capital das Piscinas Naturais”

Cortes do Meio pertence à rede das Aldeias de Montanha e todas as manhãs acorda a olhar para a vertente sul da Serra da Estrela. No ponto mais alto são as Penhas da Saúde e no vale, paralelo à aldeia, corre a ribeira de Cortes. No percurso que acompanha a Freguesia há muitos poços, quase…

Ler Mais

O fantástico refúgio de Bouça

Bouça está escondida na vertente sul da serra da estrela, a quase mil metros de altitude, na freguesia de Cortes do Meio. O olhar fica prisioneiro da serra. No alto da serra, um pouco mais acima, podemos estar a ser observados da Varanda dos Pastores, uma enorme fraga que direciona a nossa atenção para o…

Ler Mais

Beijames em Verdelhos

Do alto de uma encosta da serra da Estrela, a 1.500 metros de altitude, contemplamos um vale que se alonga por cerca de uma dezena de quilómetros. Uma imensidão de verde, ondulado em vários tons. Apenas sobressai Verdelhos. O casario está abrigado no fundo do vale, envolvido por um verde intenso que estará na origem…

Ler Mais

Em Seixo do Côa balouçamos ao toque do sino

Em Seixo do Côa podemos escolher. Vamos para a praia fluvial ou damos um salto ao alto da aldeia ver a paisagem num baloiço. Deram-lhe o nome de Seixo’s Tower Swing, o Baloiço da Torre, porque fica mesmo ao lado da torre sineira da igreja matriz, com dois sinos, e de hora a hora ouvimos…

Ler Mais

Centro Ciência Viva do Alviela: nadar na praia fluvial, passear no carso e ver morcegos

O Centro Ciência Viva do Alviela tem como objetivo a divulgação científica e educação ambiental. Oferece um atraente programa que combina o prazer da descoberta com passeios no exterior, como por exemplo, um banho na praia fluvial dos Olhos de Água, imediatamente após a nascente do rio Alviela. O Centro Ciência Viva do Alviela está…

Ler Mais

As cascatas selvagens na “garganta do Ocreza”

É um passeio para as quatro estações. No Verão aproveitam-se as piscinas naturais para nos refrescarmos e no inverno podemos descobrir cascatas em lugares escondidos e com uma envolvência profundamente natural. Todos os dias menos quando há trovoada. O percurso é entre casal da Serra e a Torre, parte da designada “garganta do rio Ocreza”,…

Ler Mais

As cascatas de Cortes do Meio até ao alto da Serra da Estrela

A serra da Estrela, na vertente sul, muda muita a paisagem consoante a estação do ano. Entre fragas enormes que esmagam o olhar, a Primavera dá agora uma nova vivacidade de cores e perfumes. Sucede à aridez do inverno que em algumas alturas ganha um manto branco. A neve aveluda a superfície e engrandece a…

Ler Mais

A admiração da beleza natural da Cascata de Fervença tão perto de Lisboa

Tem dois nomes, Cascata de Fervença ou da Bajouca, e igual número de quedas de água. A primeira é a mais espetacular. Tem cerca de meia dúzia de metros de altura. A água passa pelos intervalos de grandes blocos de pedra e depois cai para vários patamares horizontais que formam uma escada de pedra escura…

Ler Mais

A idílica Cascata de Anços às portas de Lisboa

A Cascata Anços é um lugar idílico no concelho de Sintra. A queda de água tem cerca de meia dúzia de metros de altura e está isolada num vale cercado de vegetação. Um anel de rochas escarpadas e com vegetação densa isola-nos do resto do mundo. O som da queda de água de meia dúzia…

Ler Mais

Côa: as gravuras de um rio selvagem, belo e com imensas praias fluviais

A nascente é um ténue fio de água na serra das Mesas. O Côa é dos poucos rios que segue para Norte e vai ganhando força para oferecer frescura nas praias fluviais do concelho de Sabugal e a magia no Parque do Vale do Côa, pouco antes da foz com o Douro. Uma placa assinala…

Ler Mais

Roteiro pelo Zêzere – o rio errático e das cigarras

O Zêzere é um rio que espelha bem a identidade de ser português. Em primeiro lugar é errático. Basta olhar para a grafia do seu nome ou para os fantásticos meandros entre a barragem do Cabril e a aldeia de Álvaro. O Zêzere nasce num Cântaro da Serra da Estrela e a foz é o…

Ler Mais

As azenhas da ribeira de Cortes na serra da Estrela

Eram muitas as azenhas junto à ribeira de Cortes e davam algum sustento às famílias que viviam isoladas na vertente sul da serra da Estrela.A mais de 1.500 metros de altitude, com poucos recursos naturais que eram apenas aproveitados por pastores que subiam com os rebanhos até às Penhas da Saúde. Ainda hoje a paisagem…

Ler Mais

A farinha das azenhas do Inferno, Purgatório e do Paraíso … na Torre

Na garganta do rio Ocreza, pouco depois da nascente, os romanos extraíram ouro e o metal precioso está na origem do nome do rio que aqui ainda tem o estatuto de ribeira. Mais recentemente, um do sustento de muitas famílias que viviam nesta zona da serra da Gardunha, entre Casal da Serra e a Torre,…

Ler Mais

O nobre e belo Pego da Rainha

A lenda diz que a rainha costumava tomar banho na piscina natural debaixo da cascata e, por isso, ficou com o nome de Pego da Rainha. É merecido. O lugar é um privilégio da natureza. O Pego da Rainha está escondido num vale profundo, de escarpas de granito e cheio de árvores. Situa-se próximo da…

Ler Mais

O paraíso do Poço da Broca da Barriosa

O Poço da Broca da Barriosa é um paraíso. A envolvência já é, por si, de grande beleza, no sopé da Serra da Estrela, próximo de Vide. Quando chegamos a primeira impressão torna-se definitiva. É um lugar belo. Um testemunho partilhado por Ana Rita que ficou seduzida pelas quedas de água. “É um sítio muito…

Ler Mais

As cascatas (à escolha) do Penedo Furado

São várias as cascatas do Penedo Furado. Duas ribeiras oferecem-nos quedas de água e piscinas naturais que são muito procuradas no verão. Agora temos oportunidade de ver a força das cascatas. Algumas cascatas têm vários metros de altura, mas muitas, talvez a maioria, não são muito altas. Com a época das chuvas ganham uma força…

Ler Mais

Senhora de Lurdes é um dos mais fascinantes miradouros do Douro Vinhateiro

“Devido ao fascínio exercido nos homens pela grandiosidade do vale do Douro, vão erguer pequenos santuários de romaria em pontos notáveis da sua paisagem. Mirantes de contemplação de um lugar mágico”Portugal, o Sabor da Terra; Jose Mattoso, Suzanne Daveau, Duarte Belo. O miradouro de Senhora de Lurdes é uma surpresa. Um dos mais deslumbrantes do…

Ler Mais

Outros que trabalhem porque hoje vou para a Praia do Valeiro do Barco

Dá imenso gozo aproveitar a frescura da água do rio Alva ou uma sombra do parque que rodeia a praia fluvial e ver a rotina do mundo a passar na ponte. Essencialmente o vaivém de carros na ligação rodoviária a Arganil que fica a cerca de 3 km.A praia fluvial faz parte de uma zona…

Ler Mais