O Cabo Espichel e o santuário do mar

Sem comentários

O Cabo Espichel é um dos lugares mais procurados do Parque da Serra da Arrábida porque agrega tudo: monumentalidade, paisagem deslumbrante, isolamento e mistério e património civil e religioso.

Hospedaria
Hospedaria

O conjunto arquitectónico do Santuário de Nossa Senhora do Cabo Espichel está no alto de uma ravina, mesmo junto ao mar. É constituído pela igreja da Senhora do Cabo, pela Ermida da Memoria, a Hospedaria, a Casa da Água e o Aqueduto.
A Casa de Água é um pequeno edifício de linhas clássicas. Foi restaurada e é um dos lugraes de visita mas tem de se solicitar previamente ao Turismo de Sesimbra.

Casa de Água
Casa de Água

É onde termina o Aqueduto da Azóia. É uma estrutura paralela à estrada e vai ser recuperada.
O que mais se destaca fica no outro lado do Santuário.

Terreiro ladeado pelas hospedarias
Terreiro ladeado pelas hospedarias

É o enorme terreiro ladeado por duas alas muito compridas de casas que eram as hospedarias. No centro a igreja marca a sua imponência. Mais junto ao mar, mesmo junto ao precipício da ravina, está a pequena Ermida da Memória.

Ermida da Memória
Ermida da Memória

É aqui que começa a história do Santuário devido a uma aparição da Virgem. Dois homens com alguma idade encontraram uma imagem de Nossa Senhora do Cabo e construíram no mesmo lugar a Ermida.

Paineis de azulejos no interior da Ermida da Memória
Paineis de azulejos no interior da Ermida da Memória

No interior há painéis de azulejos que ilustram a lenda e devoção dos peregrinos que a partir do século XV rumavam ao Cabo Espichel.
Como é um lugar inóspito e isolado construíram lugares para pernoita. No século XVIII todo o espaço foi reformulado e, por exemplo, as hospedarias foram ampliadas e alinhadas nas duas alas em redor da igreja.

Arcadas de uma hospedaria
Arcadas de uma hospedaria

Na construção predomina a cor branca e o andar superior tem arcadas e janelas.
A igreja tem a fachada em granito e está de costas para o Oceano. O interior tem uma dezena de altares, muitas pinturas e destaco a do teto com uma pintura em perspetiva. No site da Direção-Geral do Património Cultural está referido com a feliz imagem de “teto ilusionista”.

Vista do santuário da Serra da Arrábida
Vista do santuário da Serra da Arrábida

Todos os domingos e dias santos celebra-se missa. A celebração religiosa junta muita gente das aldeias vizinhas e outras pessoas que também aproveitam para fazer um passeio. A igreja é igualmente muito procurada para casamentos.
O Santuário está aberto todo o ano

Ruinas e farol
Ruinas e farol

O Santuário está classificado como Imóvel de Interesse Público.
No local há ainda uma cafetaria e o Farol que está um pouco mais distante. O farol também é do século XVIII e está aberto ao público às quartas-feiras com visita guiada.

O santuário está rodeado de falésias
O santuário está rodeado de falésias

Espera-se que em breve uma parte significativa do património do Santuário seja restaurado. A ala norte da hospedaria faz parte do Programa Revive e será destinada a actividade turística. A ala sul, o aqueduto e a ligação do antigo horto ao terreiro vão ser requalificados com um projeto que a Câmara de Sesimbra vai desenvolver com apoios comunitários.
O Cabo Espichel faz parte do podcast semanal da Antena1, Vou Ali e Já Venho, e pode ouvir aqui.
A emissão deste episódio, O Cabo Espichel, pode ouvir aqui.

O Vou Ali e Já Venho tem o apoio:Af_Identidade_CMYK_AssoMutualistaAssinaturaBranco_Baixo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s