Poço do Inferno ao Paraíso

Chamam-lhe Poço do Inferno mas o nome não é correto. Seria mais adequado designar a cascata como Poço do Paraíso. Por vários motivos. A queda de água está isolada no meio da Serra da Estrela. Fica meio escondida entre dois blocos de rocha e está envolvida por vegetação densa que na proximidade da água é…

Ler Mais

Bordar com casca de castanha

A utilização da casca de castanha em bordados já tem alguma tradição. Há quadros no museu de Marvão que são do século XIX que o provam.As cascas são justapostas ao linho através de linhas e produzem um efeito decorativo invulgar.As cascas são usadas nos dois lados e por vezes sobrepostas. Deste modo consegue-se um efeito…

Ler Mais

“Salvemos o lince e a serra da Malcata”

A Malcata deve ser a serra mais enganadora que existe em Portugal.Tem uma Reserva Natural cujo símbolo é o lince ibérico mas, talvez há mais de meio século, que não anda nenhum por aqui. Acabaram as zonas agrícolas, foram substituídas por pinhais e mato e o lince deixou de ter presas para caçar.As pessoas que vivem…

Ler Mais

Um Alentejo diferente na serra de S. Mamede

Nem parece que estamos no Alentejo. A serra de S. Mamede rompe com a planície e o amarelo das searas dá lugar ao verde de florestas de castanheiros, carvalhos e em alguns lugares até encontramos cerejeiras. Outra diferença é a presença destacada de blocos quartziticos no topo de algumas elevações. O ponto mais alto é…

Ler Mais

Aldeia das Dez vistas para as serras da Estrela e do Açor

A Aldeia das Dez fica na serra do Açor, no concelho de Oliveira do Hospital e faz parte da rede das Aldeias de Xisto. No entanto, quando se chega à povoação pensamos que deve haver engano porque, com excepção da antiga cabine telefónica, as construções são de granito. Fernando Mendes tem um café e um mini-mercado…

Ler Mais

As Capuchinhas da serra de Montemuro

Na serra de Montemuro uma das peças de vestuário tradicional é a capucha. Uma capa que tem um capuz, é solta e feita em burel. É ainda usada pelos montemuranos, na parte Norte do concelho de Castro Daire. Cristina Gomes, do turismo de Castro Daire refere ainda que a capucha não é apenas usada no…

Ler Mais

Miradouros das sete irmãs

Mais próximos do céu, mais próximos da graça divina. De uma forma simples é um pouco esta a explicação para um número considerável de capelas no alto dos montes. Em alguns casos são locais de culto desde a pré-história e chegam ainda aos nossos dias como lugar de promessas e romarias. Nos restantes dias cumprem…

Ler Mais

O xisto amarelo e genuíno de Gondramaz

Gondramaz é uma pequena aldeia de xisto a meio de encosta da serra da Lousã. Foi toda renovada e está rodeada de árvores. Encanta os visitantes devido à sua simplicidade. Na verdade é uma rua rodeada de casas pequenas que desce a serra e por vezes se desdobra em pequenas ruelas. O caminho termina com um…

Ler Mais

Cerdeira e a a arte de renascer uma aldeia

Cerdeira tem uma história recente que já foi argumento para um filme e que agora pode ter um final feliz: a arte de ressuscitar uma aldeia. A história resume-se às zangas triviais entre vizinhos e que neste caso levou a um homicídio. Um homem morreu o outro foi preso e a aldeia ficou uma década…

Ler Mais

A fama e o merecido proveito do Talasnal

Antes de conhecer Talasnal tem primeiro de o ver no contexto da serra. Há um miradouro na estrada que quebra a vegetação luxuriante só para nos oferecer uma visão de conjunto de uma das aldeias de xisto com mais sucesso. Nas palavras de Luis Antunes, Presidente da Câmara da Lousã, o Talasnal apresenta uma grande…

Ler Mais