Cavacórios de São Lázaro com vinho do Porto

Domingo é dia de São Lázaro e é obrigatório ir a Vila Real provar o vinho do Porto com cavacórios. É um doce tradicional que é a tradição diz ser oferecido ao santo na romaria. O cavacório tem a forma de concha e é revestido com fondant, açúcar em ponto e água. Jorge Mourão, da…

Ler Mais

O refúgio do Parque Linear Ribeirinho Estuário do Tejo

O Parque Linear Ribeirinho Estuário do Tejo transporta-nos para a beleza natural do rio, para um ambiente sereno, longe do rebuliço urbano. É igualmente um excelente exemplo de requalificação e de devolução  às pessoas que aproveitam os 6km de extensão de passadiços e trilhos à beira rio. O Parque Linear nasceu em 2013 na zona…

Ler Mais

Constantino das Enguias começou com uma banca à beira da estrada e deu fama às enguias da região

Na ementa de hoje pode escolher entre enguias fritas, escaladas, ensopado ou caldeirada de enguias. São os pratos confecionados de acordo com a tradição na freguesia de Benfica do Ribatejo, no concelho de Almeirim. A popularidade das enguias nestes concelhos ribeirinhos do Tejo deve-se em grande medida “às cheias do rio que abrangiam uma grande…

Ler Mais

Estamos na época das enguias

Esta é a época mais procurada para as enguias fritas ou em ensopado. São pratos tradicionais em vários concelhos ribeirinhos do Tejo e por esta altura organizam eventos gastronómicos com as enguias como prato principal. Em Salvaterra de Magos, no Cais da Vala podemos encontrar um ou outro pescador com as enguias no final da…

Ler Mais

Palácio Galveias em Lisboa: a biblioteca que para Saramago “era o mundo” e que podemos visitar

José Saramago passou muitas noites “na grande biblioteca, as Galveias, que não seria tão grande assim, mas para mim era o mundo…”. O acervo é de 60 mil documentos e o edifício do Palácio Galveias é um património igualmente fascinante e pode ser visitado. José Saramago deslocava-se habitualmente no horário pós-laboral à biblioteca municipal no…

Ler Mais

A Azinhaga no centenário do nascimento de José Saramago

Uma mulher veio de Dusseldorf, apanhou um táxi em Lisboa para a Azinhaga, esteve aqui algumas horas e depois regressou à Alemanha. É frequente visitantes chorarem quando tocam nos livros. O escritor a sua obra ainda são uma fonte de emoções fortes. O contexto pode contribuir para uma vivência intensa. A pintura “Zezito” (acrílico y…

Ler Mais

Vamos ao Telheiro da Encosta do Castelo meter as mãos na massa e fazer tijolos

O Telheiro da Encosta do Castelo, em Montemor-o-Novo permite-nos descobrir e experimentar como fazer tijolos de forma artesanal. As crianças adoram a experiência e o resto da família descobre segredos da olaria e da cerâmica. Hoje vamos meter a mão na massa e fazer tijolos com uma forma de madeira. À mão enchemos e comprimimos…

Ler Mais

São Pedro do Corval – a terra da olaria

São Pedro do Corval concentra o maior número de olarias em Portugal. São mais de vinte na pequena aldeia do concelho de Reguengos de Monsaraz. É uma sucessão de portas abertas com mostruário de cerâmica à beira da estrada. O oleiro Joaquim Almeida Lagareiro diz que se trata de uma tradição muito antiga e que…

Ler Mais

Centenário do nascimento de Nuno Teotónio Pereira – um dos mais relevantes arquitetos portugueses

Nuno Teotónio Pereira faria ontem, 30 de Janeiro, 100 anos. Nasceu em 1922 e faleceu a 20 de janeiro de 2016. Foi um dos notáveis arquitetos portugueses. Marcou a renovação e modernidade da arquitetura em Portugal em meados do século passado. Nuno Teotónio Pereira afirmou-se contra o formalismo e o tradicionalismo. Mesmo a nível político.…

Ler Mais

A pastora Zulmira nos passadiços da Ribeira das Quelhas sabe quem não cumpre a promessa

Zulmira costuma andar com um rebanho de cabras no alto da serra da Lousã, nos passadiços da Ribeira das Quelhas, no concelho de Castanheira de Pera. Numa paisagem deslumbrante, mas por vezes é ela a fotografada. Dizem que não publicam nas redes sociais mas ela descobre quem falta à promessa. Prometi à senhora Zulmira, por…

Ler Mais

A estrela de Grandella nas escolas em Foz do Arelho

Duas das cinco escolas primárias mandadas construir por Francisco Grandella estão próximo da Lagoa de Óbidos, no concelho de Caldas da Rainha. Uma em Nadadouro, outra na Foz do Arelho. Destacam-se facilmente pelas quatro colunas sobrepostas por um frontão na fachada do edifício e com uma estrela de 5 bicos. A estrela é uma marca…

Ler Mais

As surpreendentes ruínas do Sanatório Albergaria próximo de Lisboa

As ruínas do Sanatório Albergaria provocam um misto de fascínio e intriga porque o edifício nunca foi acabado. Está adormecido numa encosta do monte do Cabeço de Montachique, próximo de um excelente miradouro com um baloiço, na freguesia de Lousa, concelho de Loures. Do miradouro ou da estrada temos uma vista geral e dá para…

Ler Mais

Biscoito da Teixeira de Lamego para saborear com café, vinho do Porto ou champanhe

O Biscoito da Teixeira é um doce tradicional da região do Douro. A versão mais conhecida é do concelho de Baião, com origem na freguesia de Teixeira. É usual encontrar-se em feiras e romarias. O mesmo sucede com o biscoito da Teixeira mas com a receita e o saber fazer de Lamego. São biscoitos diferentes,…

Ler Mais

Doçaria regional do Ribatejo: vamos provar as Broas de Almeirim

As broas de Almeirim são pequenas, ovais, de cor acastanhada, com um ligeiro brilho e destaca-se meia amêndoa incrustada na parte superior. O sabor é suave, com predominância do mel, canela e erva doce. Um dos locais onde se produzem e se podem comprar as broas de Almeirim é na padaria de Dona Emília também…

Ler Mais

Vamos às compras no ponto mais alto de Portugal continental

A Torre, o lugar mais alto de Portugal continental, foge à ideia habitual de um lugar ermo. Pelo contrário, é de fácil acesso, por estradas alcatroadas, fica num planalto, tem uma rotunda e até dois centros comerciais. Podem construir torres ou arranha céus, mas nenhum centro comercial alcança a altitude do da Torre, na serra…

Ler Mais

Bolo rei de castanha é cada vez mais uma alternativa ao bolo rei tradicional

O prato da consoada varia muito de região para região. No entanto, em quase todas as mesas está presente o bolo rei. Foi uma novidade em Portugal, há cerca de 150 anos, e rapidamente se popularizou. Como também o brinde. Em Bragança, terra da boa castanha, há mais de uma década que decidiram variar e…

Ler Mais

A original árvore de Natal de Medelim feita em croché

A árvore de Natal é feita de 788 quadrados de croché e dá um colorido único a uma rotunda em Medelim, no concelho de Idanha-a-Nova. Os tons vivos de vermelho, verde e amarelo dão graciosidade à árvore que tem quase quatro metros de altura e 12 de diâmetro. São as boas-vindas a quem passa no…

Ler Mais

Chocalheiro Joaquim José – a arte de fazer chocalhos “à porrada”

Joaquim José tem um trabalho árduo. Marteladas repetidas que modulam uma chapa de ferro numa bigorna até ganhar a forma de um chocalho. Um som que entra nos ouvidos “do chocalheiro, Joaquim José Chocalheiro” há quase 70 anos. A loja e oficina ficam numa das ruas principais de Reguengos de Monsaraz. Joaquim José produz e…

Ler Mais