Viola beiroa e das curvas perfeitas

Tem o nome de viola beiroa porque os últimos registos e a sua revitalização têm lugar essencialmente nos concelhos de Castelo Branco e Idanha a Nova. Em Castelo Branco há a Orquestra da Viola Beiroa e Idanha tem uma oficina de música tradicional que pertence à Filarmónica Idanhense onde se ensina a tocar e a…

Ler Mais

Adufe – sonoridades do genuíno e das caricas

O adufe tem uma sonoridade singular e em conjunto com o seu aspeto rustico ganhou uma identidade muito própria. É um instrumento musical muito associado à música tradicional das regiões de fronteira desde que há o seu registo em Portugal e que já ultrapassa um milénio. Onde o adufe está mais enraizado é no concelho…

Ler Mais

Medelim de judeus e dos borrachões

Medelim tem uma longa história mas o seu património é determinado pela Guerra Peninsular, a quarta invasão, em Abril de 1812, em que a aldeia foi saqueada pelos franceses. Muito do que existia, designadamente uma torre templária, terá sido destruída. O povo, na sua perspectiva pragmática, aproveitou as pedras para construir muros e casas. Ficou…

Ler Mais

Idanha-a-Velha “Revive” a Casa Marrocos

É fascinante a história da Casa Marrocos que está em frente das ruínas romanas.
Foi mandada construir pelo último morgado de Idanha-a-Velha, em meados do século passado, e nunca chegou a ser concluída. As obras vão, agora, ser retomadas para abrir a Casa ao turismo da região.

Ler Mais

Capela de São Pedro de Vir-a-Corça

A Capela de São Pedro de Vir-a-Corça é um lugar isolado, entre a encosta de penedos de Monsanto e a aldeia do Carroqueiro. É um espaço de silêncios e contemplativo. Segundo a lenda, também o foi na sua origem. Um eremita, Santo Amador, viveu aqui isolado e salvou uma criança de cair dos penhascos. A…

Ler Mais