Uma Maia à janela nas casas de Penha Garcia para afastar trovoadas

Hoje, 3 de Maio, é dia de Santa Cruz e dita a tradição que as raparigas vão ao castelo de Penha Garcia com uma boneca a que chamam Maia, não tem olhos, nariz, nem boca e é vestida com roupas que lhe dão um ar de menina. Nos tempos mais antigos, no castelo, as raparigas…

Ler Mais

Voltar a ouvir a Palheta

Além dos adufes que comprámos nas festas do Almurtão e da Póvoa, adquirimos ainda, em Monsanto, duas “palhetas”, essas dulçainas beiroas que já só ali se encontram; elas são da autoria de um pastor, José dos Reis, que pudemos ainda fotografar a tocar o seu instrumento, nas festas da Póvoa.Ernesto Veiga de Oliveira em “Instrumentos…

Ler Mais

Senhora do Almurtão – a romaria da raia

A romaria à Senhora do Almurtão é uma das maiores manifestações religiosas da raia. Realiza-se nos arredores de Idanha-a-Nova, mas reúne gente de muitos outros concelhos da zona Centro de Portugal. Mantém a força da fé e é o ponto de encontro da cultura popular, nomeadamente o cancioneiro. Devido à pandemia a romaria, marcada para…

Ler Mais

Bodos de Salvaterra e de Monfortinho para afastar pragas

Se não fosse a pandemia, em Salvaterra do Extremo estariam agora, cumprindo a tradição, cerca de um milhar de pessoas no bodo tradicional. Dita a tradição que o bodo teria mais de mil quilos de carne de ovinos e caprinos, arroz, chanfana, pão vinho e sopa de grão. Dentro de 11 dias, na quinta-feira da…

Ler Mais

A Páscoa em Segura com peixe frito e esparregado de ervas amargas

Os canhões fluviais do rio Erges e a fronteira com Espanha remeteram a aldeia de Segura para um profundo isolamento que teve a virtude de ajudar a preservar as tradições. Foi o caso de muitos ritos da Quaresma e da Páscoa.Segura já foi um dos principais pontos de passagem da fronteira da arraia com Espanha.…

Ler Mais

Assobios e amêndoas na singular Páscoa de Idanha-a-Nova

A Quaresma e a Páscoa no concelho de Idanha-a-Nova transportam-nos para rituais quase únicos em Portugal e para janelas temporais de vários séculos que manifestam um profundo sentido de fé e de traços comunitários. Pelo segundo ano consecutivo muitos dos rituais foram cancelados. Fica a evocação. António Silveira Catana investigador e autor de várias obras sobre…

Ler Mais

O concerto universal da Orquestra Sem Fronteiras

A musica clássica não tem fronteiras e a Orquestra Sem Fronteiras (OSF) desenvolve um projeto que pretende tornar universal e inclusivo o diálogo entre jovens músicos e o mais diversos públicos. Mesmo em aldeias, até porque o epicentro da OSF é a raia. A música não é mais do que emoções e sensações através de…

Ler Mais

Quinta-feira é dia de ir a Idanha-a-Velha

O melhor dia para visitar Idanha-a-Velha é quinta-feira. É o dia em que vai o homem da fruta e também o vendedor de peixe. Em redor do pelourinho juntam-se algumas pessoas, dos cerca de meia centena de residentes. Aguardam os comerciantes e ajudam a passar o tempo. Foi assim que conheci Albertina Mendes, que passou grande…

Ler Mais

Alares – guerra e paz nos montes

Alares, no concelho de Idanha-a-Nova está abandonada. Foi na sequência da Guerra dos Montes.

Ler Mais

Viola beiroa e das curvas perfeitas

Tem o nome de viola beiroa porque os últimos registos e a sua revitalização têm lugar essencialmente nos concelhos de Castelo Branco e Idanha a Nova. Em Castelo Branco há a Orquestra da Viola Beiroa e Idanha tem uma oficina de música tradicional que pertence à Filarmónica Idanhense onde se ensina a tocar e a…

Ler Mais

Adufe – sonoridades do genuíno e das caricas

O adufe tem uma sonoridade singular e em conjunto com o seu aspeto rustico ganhou uma identidade muito própria. É um instrumento musical muito associado à música tradicional das regiões de fronteira desde que há o seu registo em Portugal e que já ultrapassa um milénio. Onde o adufe está mais enraizado é no concelho…

Ler Mais

Salvaterra do Extremo e de la Mayor

Salvaterra do Extremos no concelho de Idanha a Nova e a sua proximidade com Espanha

Ler Mais

O “guardião dos fósseis” da aldeia lagarto

Penha Garcia tem uma paisagem fabulosa e um vasto patrimonio de moinhos e fosseis junto ao rio Ponsul.

Ler Mais

Medelim de judeus e dos borrachões

Medelim, no concelho de Idanha-a-Nova tem a rua da Judiaria entre outro património. Na gastronomia destaca-se o fabrico de borrachões

Ler Mais

Monsanto – salvem a Marafona!

A população de Monsanto devia fazer um apelo para a Marafona entrar nas políticas de incentivo à natalidade. Porque dizem que tem eficácia e, por outro lado, também para garantir a sua continuidade. A Marafona é uma boneca de trapos, sem olhos, nariz, boca e ouvidos (para não ver nem contar nada a ninguém, do…

Ler Mais

Idanha-a-Velha “Revive” a Casa Marrocos

É fascinante a história da Casa Marrocos que está em frente das ruínas romanas.
Foi mandada construir pelo último morgado de Idanha-a-Velha, em meados do século passado, e nunca chegou a ser concluída. As obras vão, agora, ser retomadas para abrir a Casa ao turismo da região.

Ler Mais

Capela de São Pedro de Vir-a-Corça

A Capela de São Pedro de Vir-a-Corça é um lugar isolado, entre a encosta de penedos de Monsanto e a aldeia do Carroqueiro. É um espaço de silêncios e contemplativo. Segundo a lenda, também o foi na sua origem. Um eremita, Santo Amador, viveu aqui isolado e salvou uma criança de cair dos penhascos. A…

Ler Mais