Olaria tradicional de Nisa em risco de acabar

A olaria de Nisa é única. É muito criativa e original. As pedras brancas de quartzo ornamentam as peças e tornam singular uma arte que corre no entanto o risco de desaparecer. Há cada vez menos oleiros em Nisa.  Nesta altura há apenas três famílias que ainda produzem de forma artesanal. Há um problema de renovação porque as gerações mais novas não querem seguir a … Continue a ler Olaria tradicional de Nisa em risco de acabar

Bordado de Nisa para fadista

Os bordados de Nisa são muito afamados e alguns até vestem rainhas. É o caso de Letícia. A rainha de Espanha tem uma das capas de arte aplicada em feltro que são muito conhecidas no estrangeiro. Antes as capas e cobertores eram exportados quase em exclusivo para os EUA. Agora a maior parte vai para Itália. É um património de Nisa e está certificada. As … Continue a ler Bordado de Nisa para fadista

Nisa tem três Monumentos Nacionais

Nisa é muito conhecida pelo seu artesanato, os bordados e a olaria, mas também tem um património histórico muito rico. No concelho há três monumentos nacionais. O singular castelo da Amieira do Tejo, a anta de S. Gens e a muralha de Nisa. D. Dinis mandou construir a fortificação de Nisa no final do século XIII. Um castelo com seis torres. Mas no inicio do … Continue a ler Nisa tem três Monumentos Nacionais

A capela ao cubo de Vila Flor

Vila Flor tem uma capela única em Portugal. É um cubo dentre de ruínas de uma outra igreja construída no século XVII. É um lugar de culto com linhas simples, uma forma discreta e com pouco volume. O formato em cubo está associado a um lugar de contemplação e utilizaram na construção materiais tradicionais (aqui pode ver mais informação sobre a arquitectara da capela). A … Continue a ler A capela ao cubo de Vila Flor

Amieira do Tejo: duas capelas, um castelo e um enigma

Um castelo num declive e uma capela com uma imagem de um órgão sexual não é comum mas é o que encontramos na Amieira do Tejo. Para quase tudo há uma explicação mas para a reprodução do órgão sexual na abóbada da Capela de São João Batista ainda não foi encontrada. A melhor justificação poderá ser a temática das representações que simbolizam a vida e … Continue a ler Amieira do Tejo: duas capelas, um castelo e um enigma

Conhos, que Conhal!

É uma paisagem estranha. Singular. Concentração de seixos em montes, nas encostas da serra, no meio de um olival… Por todo o lado pedras arredondadas, brancas, rosadas, cinzentas e muitas delas com mais de um palmo de comprimento. Alguns dos montes são enormes, com dois a três metros de altura e uma extensão de dezenas de metros. Em outros locais, os seixos servem de suporte … Continue a ler Conhos, que Conhal!