Castelo de Germanelo onde os criminosos eram livres

Germanelo é o nome de um castelo fora de prazo. Foi mandado construir por D. Afonso Henriques em 1143 para proteger Coimbra e o Mondego. Só que, o Conquistador foi tão rápido que cinco anos depois já tinha tomado Santarém e Germanelo perdeu a sua razão de ser. Entrou em decadência e desmoronou-se tal como a…

Ler Mais

«Tudo como dantes, quartel-general em Abrantes»

O castelo de Abrantes é uma das maiores fortificações da linha defensiva do Tejo do tempo da Reconquista. Já foi quase tudo. Castelo medieval, passou a fortaleza, foi quartel militar, presídio e agora uma das funções é servir como miradouro.Na opinião de Etelvino Martins, nos dias não muito quentes os visitantes “é entrar, ver e sair.…

Ler Mais

Castelo de Vide e da Cidadania Salgueiro Maia

Salgueiro Maia nasceu em Castelo de Vide faz hoje 75 anos. A data está a ser assinalada na mesma altura em que está a ser criada a Casa da Cidadania Salgueiro Maia que vai ficar com o seu espólio e que fica num dos lugares mais emblemáticos da vila. É no castelo e concretiza o…

Ler Mais

O castelo que mudou a cidade de Pombal

O castelo de Pombal é uma das principais fortalezas da Reconquista.Foi profundamente inovador na época da sua construção, no final do século XII. São exemplos a introdução em Portugal da torre de menagem e do alambor. A arte e o saber da Guerra Santa foi transportado para o monte que deu origem à cidade de…

Ler Mais

O castelo de Montemor-o-Velho que guarda a Senhora do Ó

O castelo de Montemor-o-Velho é uma das maiores fortificações em Portugal. A sua origem é árabe e teve um papel importante na defesa do Mondego e de Coimbra no período da Reconquista. Ainda hoje se percebe a sua imponência e a vista ampla que alcança. É também um museu ao ar livre com dez séculos…

Ler Mais

Castelo e castelejo de Penela

O castelo de Penela teve uma função importante na defesa de Coimbra. Essencialmente quando a corte se mudou para a cidade do Mondego no tempo da Reconquista. O castelo está em cima de rochedos, a sua forma adapta-se ao terreno e as muralhas também variam em altura. Do tempo das guerras da Reconquista resta apenas…

Ler Mais

O castelo da Lousã e da triste Peralta

O castelo da Lousã faz parte da primeira linha defensiva de Coimbra no tempo da reconquista em que o Mondego era a linha mais a sul. No entanto, a sua origem é imprecisa. Presume-se que o local onde foi construído pertencia a Arouce que já existia em 943. Foi, aliás, este o nome da fortificação…

Ler Mais

O cruzamento no castelo de Torres Novas

Um enorme busto de D. Sancho I está à nossa espera na escadaria que nos leva ao castelo. Há cinco ou seis séculos atrás era o alcaide que controlava o acesso, depois de ter construído a sua casa mesmo ao lado da porta principal. O castelo foi parcialmente reconstruído em meados do século passado, é…

Ler Mais

O madeiro de Penamacor já não vai à tropa

Os de Penamacor dizem que é o maior madeiro de Portugal. Sentem orgulho e até estão a preparar uma candidatura a património imaterial da humanidade junto da UNESCO. O madeiro é uma tradição da Beira, talvez de origem celta, e no século passado esteve associado ao serviço militar obrigatório. Era organizado por jovens que iam…

Ler Mais

Ponto de encontro em Ourém é no castelo

O castelo de Ourém é um dos mais interessantes de Portugal. Devido à sua beleza e também pelas histórias que preserva. Está classificado como Monumento Nacional. A fortificação está num monte, com uma subida íngreme e ergue-se vigilante da cidade de Ourém. Tem duas grandes construções. O Paço dos Condes com dois enormes torreões e a…

Ler Mais