A monumentalidade da monumental Sé da Guarda

Tudo o que diga respeito à Sé Catedral da Guarda é sempre associado a monumentalidade. Da dimensão do edifício, da afirmação do poder, da fé, da arte, da Igreja que teve aqui uma das maiores dioceses. Também do século e meio que levou a construir. A primeira pedra foi em 1390 e foi concluída em 1540. O edifício é esmagador na principal praça do centro … Continue a ler A monumentalidade da monumental Sé da Guarda

Concatedral de Miranda do Douro

A Concatedral de Miranda do Douro é um edifício enorme tendo em conta o centro histórico da cidade. A robustez e a frieza da pedra dão-lhe um ar rude e sóbrio que é apenas quebrado pela decoração no interior. É uma igreja salão com as três naves praticamente com a mesma altura e está repleto de trabalhos em talha dourada e figuras em altares. Uma … Continue a ler Concatedral de Miranda do Douro

Álvaro Amaro sugere Roteiro Renascer na Serra da Estrela

O Roteiro Renascer nos concelhos mais fustigados pelos incêndios do ano passado é hoje uma sugestão de Álvaro Amaro. É presidente da Câmara da Guarda e um dos principais promotores do Movimento pelo Interior. Álvaro Amaro sugere um passeio pela Serra da Estrela que é uma marca no nosso património paisagístico. Tem muitas outras belezas naturais para além da neve. Álvaro Amaro propõe um roteiro … Continue a ler Álvaro Amaro sugere Roteiro Renascer na Serra da Estrela

As sés monumentais de Coimbra

Coimbra é a única cidade portuguesa com duas sés. A nível internacional são poucas as cidades com duas catedrais. Esta singularidade de Coimbra não foi por graça divina ou pressão de Roma. na verdade, o Vaticano nem sequer foi consultado. Joel Sabino, licenciado em história e guia na Sé Velha, refere que se tratou de uma decisão politica porque na sua origem está a expulsão … Continue a ler As sés monumentais de Coimbra