Narcisos conquistam a ponte de Olivença

Os narcisos enchem de amarelo a ponte de Olivença ou da Ajuda no Outono e conquistaram a travessia que foi dinamitada por espanhóis em 1709 na sequência da Guerra da Sucessão espanhola. Da ligação viária de Elvas a Olivença restam 5 arcos na margem esquerda e 8 arcos na margem direita do Guadiana. O rio…

Ler Mais

A200, a via rápida do Guadiana

O rio Guadiana foi a autoestrada entre muitas vilas portuguesas e a ligação do Alentejo ao Mediterrâneo. O rio anda por Portugal numa extensão de 200 km, a partir do sul de Elvas. No interior do país ou a fazer fronteira com Espanha (quando a fronteira ultrapassou a linha do Guadiana Castela não gostou e …

Ler Mais

Um rio de História em Mértola

Mértola é um museu a céu aberto que revela a sua história de porto comercial por várias civilizações. Até a sala de entrada do hotel onde fiquei tem uma galeria com ruínas romanas. No edifício da Câmara Municipal a situação é relativamente semelhante. A cave está repleta de ruínas de uma casa romana e até funciona…

Ler Mais

O refúgio de Verão na Tapada Grande

A praia fluvial da Tapada Grande está inserida no Parque Natural do Vale do Guadiana e é um refúgio para o calor do Alentejo nesta região de Mértola. O Parque tem uma oferta grande de passeios e de descobertas. A pé, de carro, de bicicleta…e um dos lugares mais interessantes é o Pulo do Lobo.…

Ler Mais

As memórias da “auto-estrada” no Museu do Guadiana

O rio e o Museu do Rio estão lado a lado. É a simbiose do Guadiana com os povos e a cultura desta zona da Península Ibérica há vários séculos. Numa imagem moderna o rio Guadiana foi a auto-estrada para o Mediterrâneo a partir de Mértola. Ouro, prata, cereais e azeite foram alguns dos produtos…

Ler Mais

O Pulo do Lobo selvagem

O Pulo do Lobo continua selvagem depois de ter deixado de ser um segredo bem guardado. Hoje o ex-líbris do Parque Natural do Vale do Guadiana já entra nos roteiros turísticos mas continua agreste, arrepiante e indomável. A queda de água, as rochas, a força da natureza, o lugar isolado… tudo revela uma força selvagem…

Ler Mais

O Guadiana do contrabando

O vale do Guadiana foi fértil no contrabando. Apesar de 3 em 3 km haver postos de vigia dos Carabineros ou da Guarda Fiscal – por exemplo, entre Pomaraão e Vila Verde de Ficalho havia cerca de 15 postos – o comércio clandestino foi uma importante fonte de rendimentos para as famílias dos dois lados…

Ler Mais

O “slide” transfronteiriço de Sanlúcar a Alcoutim

Os castelos de Alcoutim e de Sanlúcar confrontam-se na linha de vista e no passado estiveram mesmo em Guerra. São estruturas militares concebidas para defender a fronteira entre os dois países. Hoje é o contrário. São postais ilustrados para seduzir visitantes dos dois lados da fronteira. Nos últimos anos até se faz a travessia de…

Ler Mais